15:28As tartarugas do Congresso

por Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário (http://www.oinsultodiario.com/)

O efeito Lava Jato, associado ao tempero Adélio Bispo, levou à eleição de Jair Bolsonaro e à avalanche de deputados e senadores que só sabem que a diferença entre a câmara dos deputados e o senado é que uma é a tartaruga deitada de costas e o outro é a tartaruga com as pernas no chão.

Não é unânime, boa parte dos eleitos não sabe o que é tartaruga e sofre para soletrar a palavra – o presidente eleito teve o mesmo problema quando jovem, não com as tartarugas, mas com as palavras, tanto que se fez autor de palavras cruzadas e um valioso dicionário para a charada.

Por isso o PSL, partido do presidente, vai treinar seus deputados e senadores nas artes parlamentares. Talvez contrate o IEB Instituto Educacional Brasileiro, onde o presidente, ainda jovem, aprendeu português e eletrotécnica em cursos por correspondência.

3 ideias sobre “As tartarugas do Congresso

  1. SERGIO SILVESTRE

    Ele se fosse bom para fazer projetos de lei nos seus quase 30 anos como “coisar” palavras cruzadas no “estadão”seria uma benção até do Malafaia,mas o cara é ruim mesmo de trampo,arrumou pra ele e seus 3 filhos sem fazer nada uma bela fortuna na politica.

  2. Chega!

    Queria ver tais críticos passarem para a Academia das Agulhas Negras, como o fez o cidadão que tanto fazem questão de ridicularizar. Não passavam da porta.

  3. cético

    Duvido que eles saibam qual das tartarugas é o senado e qual é a câmara, muito menos o simbolismo que inspirou o Niemayer ao imaginar que a câmara, como casa do povo, deveria simbolizar a abertura enquanto o senado, na condição de representante do Estado, deveria simbolizar a introspecção.
    Pensando bem, acho que a explicação das tartarugas é melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>