13:58Reivindicar para informar

Do enviado especial

A turma do andar de baixo nem emprego tem para poder comprar dose de pinga. Na outra ponta, a turma do andar de cima resolveu bater bumbo por causa do imposto que é cobrado no Paraná sobre a venda de vinhos e destilados importados do exterior ou de outros estados. O presidente da Abrabar, Fábio Aguayo, afirma que estabelecimentos correm o risco de fechar em razão da alta carga tributária. Pelo jeito a multidão de endinheirados que se acotovelava nas casas especializadas para sorver um bom líquido minguou. Ele também confessa (que beleza!) que alguns proprietários chegam a “contrabandear” produtos para oferecer bebidas nobres em condições mais econômicas para clientes de bares e restaurantes. Os federais da polícia e da receita parece que gostaram da informação. Então tá!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>