16:12Decoração que deu na vista

O enviado especial disse que a nota só poderia sair cifrada, mas nem tanto. Portanto…. 

A Polícia Federal nos próximos dias vai chamar um decorador de ambientes e uma dona de loja de decoração, ambos de Curitiba para depoimentos provocados por uma delação premiada. Acontece que, segundo um delator da operação Lava Jato, ambos teriam sido responsáveis pela montagem do apartamento do filho de um político graúdo do Paraná. Os pagamentos do projeto, intervenções, obras e móveis, inclusive da cozinha, teriam sido feitos em dinheiro vivo. A situação é muito parecida com a do tríplex e do sítio famosos. Também se assemelha com a reforma da casa da filha do presidente Temer. A diferença é que o político e bom pai é daqui e o filho agraciado com os mimos é candidato a deputado estadual.

4 ideias sobre “Decoração que deu na vista

  1. Raul C Souza

    Ah, lembra da compra do apartamento do José Carlos Gomes Carvalho – Carvalinho pelo Antonio Casemiro Belinati e Emilia Salles Belinati com dinheiro vivo.
    Ali no Bigorrilho.

    E não passaram no nome e entrou no espólio do Carvalhinho e a família quer a divisão dos bens.

    E estava TODO mobiliado.

  2. Palpite

    As iniciais do decorador: JB que nem o uísque,
    A moça que recebeu em dinheiro acho que tem iniciais VT que nem vale transporte.
    Ou talvez VK que nem vale kikikiki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>