6:34Denúncia contra médium

Do enviado especial:

Muitas pessoas ficaram chocadas e surpreendidas ao ver o telejornal do SBT de ontem à noite noticiar um escândalo que está abalando boa parte da sociedade conservadora de Curitiba. Trata-se da acusação do envolvimento do famoso médium Mauri Rodrigues da Cruz em dezenas de casos de abuso sexual e pedofilia .
Segundo o noticiário, há um inquérito em andamento no Ministério Público onde muitos fiéis da doutrina espírita relatam terem sofrido abusos sexuais do médium quando eram crianças e adolescentes durante sessões, quando Mauri dizia incorporar espíritos em processos de cura.
A mãe de um desses jovens, que hoje já é adulto, contou que o filho sofreu traumas psicológicos diante da insistência do “ médium”, que abusava do menino no centro espírita da Vila Tingui, frequentado pela alta sociedade curitibana e políticos influentes.
No YouTube se encontram também depoimentos de outros homens que se dizem abusados sexualmente por Mauri, que se utilizava, segundo os depoentes, de artimanhas para iludi-los.
O fato é que desde a década de 70, ou seja,há cerca de meio século, circulam denúncias dessa natureza contra o médium que, entretanto, aos 78 anos de idade, continua exercendo liderança na comunidade espírita, recebendo homenagens e presidindo uma instituição onde se pratica caridade e atendimentos aos menos favorecidos.
O desfecho do inquérito e do processo de apuração que corre em segredo de justiça poderá resultar em um escândalo sem precedentes na comunidade religiosa em Curitiba – e cujo alcance com condenações e indenizações, na hipótese de a Justiça entender que as cerca de 40 denúncias têm fundamento, poderá se comparar aos casos dos bispos norte-americanos da Igreja Católica.
O fato entristeceu e magoou as pessoas que frequentam o centro presidido por Mauri. Ele fez questão de ser entrevistado pela reportagem do SBT e negou todas as acusações, que atribuiu à uma disputa pela direção da instituição que preside, o Centro de Estudos Espíritas.

Uma página no facebook foi criada para dar apoio às supostas vítimas, mas uma ordem judicial obtida por Mauri retirou-a do ar. Ele é defendido por um dos mais famosos escritórios de advocacia do Paraná.

https://www.sbt.com.br/jornalismo/sbtbrasil/noticias/107652/Fundador-de-sociedade-espírita-é-acusado-de-abuso-sexual.html

 

11 ideias sobre “Denúncia contra médium

  1. Solda

    Um dos mais famosos escritórios de advocacia do Paraná vai acabar colocando a culpa no Dr. Leocádio. Assim rasteja a Humanidade…

  2. Giulio Ferrari

    Pois é, Zé Beto, as vítimas agora ja passaram de 50! Os videos foram tirados do ar SOMENTE no Brasil, e por liminar temporaria. Advogados de ambos Facebook e YouTube estão recorrendo. O que estão usando como defesa é que isso se trata de um caso de liberdade de expressão. Os videos ja foram repostados em dezenas de outros canais. Jamais conseguirão tirá-los todos. O MP em breve oferecerá denuncia, aí a mídia toda cai em cima. Esse já é o maior caso de abuso sexual da historia do Brasil. Em breve chamará a atenção do mundo como um dos maiores escândalos sexuais religiosos da historia moderna, tirando a atenção (pelo menos temporariamente) da Igreja Católica como o “Lobo Mau” das religiões.

    Quando denunciei o Maury não foi por mim. Foi para que nenhum outro jovem tivesse que passar o que passei. Foi para parar com essa safadeza, não só do Maury, mas para que TODOS os pedófilos saibam que as vítimas não tem mais medo. O risco agora é maior. As nuvens de fumaça estão sendo dispersadas pela luz da verdade. Com mais de 50 vitimas, cada uma segurando sua tocha, é luz pra clarear qualquer penumbra.

  3. J. R. R. Tolkien

    Que estranho…..tanto tempo e agora acordaram? Fica difícil acreditar em ambas as partes. Se for verdade…é nojento!!! Mas esta historia parece mal contada….

  4. Giulio Ferrari

    Sairam mais noticias a respeito do caso do Medium Pedofilo, Maury Rodrigues da Cruz, presidente fundador da [agora desértica] Sociedade Brasileira de Estudos Espiritas, SBEE. Maury fingia incorporar o “famoso” (ou seria infame?) Dr Leocadio Correia, para conseguir que todas suas concupiscências fossem saciadas, fossem elas sexuais, financeiras, ou egomaníacas. Hoje o “Professor Mauri”, como é conhecido por muitos, deveria ter comparecido ao Ministério Público, mas justificou a falta com notinha do médico: está muito doente para comparecer, e para deixar a mentira, digo historia, redondinha , Maury cancelou a aula de Sexta do “Irmao Grimm”, outro espírito inventado por ele, que CREIO EU tinha a vontade secreta de ser escritor da Escolinha do Professor Raimundo, pois algumas de suas personagens são dignas de comédia.
    Falando em comédia, quem não estava rindo eram as famílias e amigos das vítimas que foram as escadarias do Ministerio Publico protestar contra o sodomita e seus abusos. O único resquicio de comedia seria o fato de que estavam de máscaras de palhaco, que levaram a mais pesadelos que risadas. Foi escolhida a máscara de palhaço por tantos dos que frequentaram a casa por tantos anos sentem que foram feitos de palhaco. A mascara so sera usada ate que o MP faca sua denuncia. Depois disso, TODAS as mascaras caem.

    http://www.bandab.com.br/seguranca/famoso-medium-acusado-de-57-abusos-contra-homens-falta-audiencia/

  5. Maria Elisa

    Tem que dizer quem é o advogado nojento que defende um abusador desta envergadura!!!! Nao vejo nada de esquisito nas denúncias surgirem agora …que adolescente teria coragem de enfrentar o magninanimo prof Mauri?

  6. Paulo

    Eu lamento muito, mas nada em Curitiba me surpreende. Foi aqui que vi um podo esquisito que tira onda de primeiro mundo, mas não sabe o que comeu no almoço. Aqui que eu presenciei médiuns envaidecidos e que em nenhum lugar do Brasil eu vi. Um povo que não conversa não é nada bom. Mas me parece que as coisas estão mudando. Quanto ao médium, que seja apurado e punido. Desculpem o desabafo.

  7. FERNANDO

    Bom dia, a todos, sou frequentador da SBEE – Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas, e lá estou a mais de 20 anos, onde tive a oportunidade de apreender e construir minha história de vida. Fico triste com todas estas notícias, concordo que a justiça deva ser feita, apenas discordo do Giulio numa coisa.
    Vou contar a história do meu irmão, que se chama Rafael, quando o mesmo tinha apenas 12 anos de idade, ele sofreu um acidente, ou seja foi atropelado, ele Giulio, só está vivo graças a bondade a assistência do Dr. Leocádio, inclusive, ele afirmou ter visto o mesmo em carne e osso, se é que posso usar esta expressão. Meu amigo, Dr. Leocádio, não é um embuste, uma fraude, eu mesmo tenho muito a agradecer ao mesmo. Bem, contei a história do meu irmão, agora, irei contar a minha, procurei a SBEE, no inicio dos anos 90, mas, conhecia a sociedade pelo menos desde 86, quando lá fui desesperado procurar auxilio para não ser operado no cérebro, graças a Deus, Jesus e ao Dr. Leocádio, não necessitou, mas, a minha história não termina aqui. Novamente fui a sociedade espírita num momento de extrema necessidade, e angustia moral e física, e lá fui auxiliado, foi um momento na minha vida onde nada dava certo, certa vez estava eu contrariado e falando sozinho como de costume, me lembro ate hoje, eu estava passando pelo Passeio Público, indo em direção ao Circulo Militar, eu podia perceber o Dr. Leocádio ao meu lado, era nítido Giulio, não precisava ele se materializar, eu percebia ele ali ao meu lado. Pois bem, eu estava tão humilhado, cansando da vida, dos meus fracassos, que soltei um palavrão. Eu pude perceber o Dr. Leocádio soltar um pulo.
    Então Giulio, entendo sua dor e me solidarizo com você. Sim, procure a justiça. Mas, não puna a Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas, ela não tem culpa e nem mesmo a espiritualidade.
    Sou o que sou, graças ao Dr. Leocádio e toda a equipe espiritual.
    Sim, a Deus e Jesus também.

  8. Mirian de l.h.batista

    Tudo o que está acontecendo é lamentável e muito triste. Esperamos que tudo seja muito bem esclarecido e o responsável punido severamente se ficar comprovado. Mas, a declaração de ódio por Curitiba, que fez indivíduo que se identificou acima como Paulo, e deveras ultrajante. Como pode se referir a um povo, que só faz e trabalhar , estudar e correr atrás de seus ideais com determinação e muita garra como normalmente faz o curitibano , de maneira tão insólita e debochada como acabou de fazer o tal de Paulo. Deixo aqui minha indignação. Se não está se sentindo a vontade, por favor retire-se da nossa amada cidade. Por certo não fará falta

  9. Maria lucia

    Paulo, li seu comentário e fiquei triste com seu desabafo, estamos no mesmo barco amigo, o povo de Curitiba é igual a qualquer povo de canto a canto do Brasil, somos todos brasileiros, cada um tem um jeito de ser, é cabe a nós compreender! o fato de falar menos ou mais não influi no caráter e dignidade do indivíduo, pense nisso! Eu nasci na República de Curitiba é não me acho estranha. Quanto as acusações feitas a respeito de Mauri Cruz com toda certeza se ele cometeu tais absurdos e violência sexual a justiça de Deus tarda mais não falha! Deus abençõe a todos!

  10. Luiz

    Uma coisa estranha: o homem que acusa o médium, deixa a própria mãe conviver com o dito monstro durante 25 anos? Ficarem calados muitos abusados ficam por muitos anos. Mas, deixar a mãe nas mãos de um suposto criminoso é, no mínimo, muito suspeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>