7:44Adoção

por Fernando Muniz 

Sei fazer a minha própria comida. Limpo tudo e sou bem organizado. Gosto de regar as plantas e conversar com elas, sabe? É sim, converso. Converso muito, sou bem animado, tenho muitas estórias para contar.

Meu corpo é forte. Posso fazer compras, tenho a minha própria bicicleta. Por isso não quero ir. Ah, não. A comida lá é ruim e só tem gente velha. Você acha graça? Não ache não, gente velha reclama muito. Eu não gosto de reclamar.

Quando eu era jovem, sonhava envelhecer com a minha família, rodeado por filhos e netos. Mas isso não aconteceu. Como dizem hoje em dia, “cada um na sua”. Mas quem sabe ainda tenho alguma chance?

Minha esperança é encontrar uma pessoa de bom coração, que me acolha, deixe-me criar uma horta e enterre meu corpo quando a hora chegar. Não é muito, sabe? Não é não.

E agora estou aqui, só eu. Nem sei se, quando for dormir hoje à noite, não vai ser a última vez.

Ou se alguém vai notar que não acordei.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>