13:33O escritor e os dourados

Encontrei José Louzeiro num voo para Foz do Iguaçu. Ao saber que iria fazer uma reportagem sobre uma competição de pesca ao dourado, ele cravou: “Construíram Itaipu, afogaram 7 Quedas, gastaram bilhões e ‘esqueceram’ de fazer uma escada para os peixes subirem o rio na época da desova. Todos encontram o paredão de concreto”. Coloquei no texto publicado na revista. Anos depois este pecado ecológico foi sanado.

2 ideias sobre “O escritor e os dourados

  1. Zangado

    A escada de peixes de Itaipu é o monumento ao antes e depois da importância da ecologia e da pressão da sociedade. Mas o monstrengo continua lá para ser visto da Lua …

  2. Zangado

    Zé Beto, essas onze linhas dizem muito e produziram uma mudança significativa naquela realidade de cimento e pedra. Mereceria estar gravada em granito junto à obra para conhecimento e exemplo de como as mudanças podem ocorrer. Eu não sabia do fato e expresso meus cumprimentos. A modéstia pode ser grandiosa quando procede da verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>