10:05Pesquisa? Ricardo Barros olha o Paraná através de Maringá

Do analista dos Planaltos Ricardo Barros tem uma nova companheira inseparável: a tabela das pesquisas de campanha de prefeito de Maringá de 2012. Carrega a folhinha para cima e para baixo e explica o gráfico com detalhes a todos os interlocutores. No material, o então vice-prefeito Roberto Pupin (PP) aparecia distante dos outros adversários no início de 2012. Desconhecido pela população maringaense não passava de um dígito nos primeiros levantamentos. A virada iniciou com a licença por cerca de 100 dias do prefeito Silvio Barros (PP). Com a exposição natural do cargo, Pupin entrou numa curva crescente e iniciou o período eleitoral já na cola do favorito, Ênio Verri (PT), candidato do ex-presidente Lula. Pupin venceu a eleição por 53% a 47 %. Segundo Barros, a situação é semelhante a que ocorre hoje na disputa pelo Palácio Iguaçu. A vice-governadora Cida Borghetti vai despontar nas pesquisas a partir de abril, com a eminente saída do governador Beto Richa para disputar o Senado. Serão 180 dias à frente do governo com inaugurações, anúncios e entrega de obras. Até lá é tempo de articular e conversar com todas as frentes políticas do Estado.

Uma ideia sobre “Pesquisa? Ricardo Barros olha o Paraná através de Maringá

  1. Rafael Adolini

    Silvio Barros ganhou a eleição de 2016 com base nestas análises de pesquisa de padaria?
    O irmão Ricardóóó sofria vaias e a mulher Cidoca idem em Maringá.
    A filha Maria Derrota ganhou 2016 em Curitiba nesta análise chinfrim? Ou perdeu de quinta pro Mauricio Mello Silva requeijão?
    Ele Ricardóóóó ganhou a eleição de 2010 ao Senado nesta análise?
    Foi um articulador assim que faltou pra Hillary Clinton.
    Perdeu em 2016 pro Ulisses Maia, dobradinha deles a estadual em 2010 , na city de Maringovo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>