8:06ISTORIADORES DO BRAZIU

A historiografia brasileira acaba de incorporar dois autores, o cantor Zezé di Camargo e a senadora Gleisi Hoffmann. Não têm acervo literário, mas suas vidas são obras – como diria Umberto Eco, abertas, sempre em construção. Os dois acabam de nos brindar com suas interpretações do Brasil. Zezé afirma que a ditadura militar não existiu, Gleisi, que Lula/Dilma sofrem injustiças iguais às de Getúlio, Juscelino e Jango. Nossos autores têm mérito inversamente proporcional à quantidade de livros que leram – o livro-caixa, ele o caixa-um, ela o caixa-dois. (Rogério Distéfano)

Uma ideia sobre “ISTORIADORES DO BRAZIU

  1. Sergio Silvestre

    Apesar de não gostar dos grasnados do Zeze,a ditadura brasileira deveria ter feito o serviço completo e não jogar no mar uns poucos estudantes.Os políticos foram todos para o velho mundo e os menos abonados foram para o Chile e Argentina e era uma dita morna que o Pasquim colocava na sua capa o Delfim ,Figueiredo e outros mandatários todos de sutiens e tomando sol.Faz isso com o Salazar ou Franco rsrsrsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>