11:47Chantili na tese

Pode ser tudo. Pode ser nada. O jornalista Rogerio Galindo, da Gazetona, registrou ontem a tese sobre uma possível ida de Cida Borghetti para o Tribunal de Contas como fruto de uma tricotagem para as eleições do ano que vem. Hoje colocaram mais chantili nesse bolo: o conselheiro Artagão de Mattos Leão sairia antes do tempo regulamentar para abrir a vaga, mas, em troca, seu filho, Artagão Junior, hoje secretário de Estado, entraria como vice da chapa encabeçada por Ratinho Junior, que seria o abençoado de Beto Richa para a sucessão. O atual governador sairia mesmo candidato ao Senado. Isso é política!

4 ideias sobre “Chantili na tese

  1. Muito trabalho

    Dois de Guarapuava?
    Cesar Silvestri Filho e Aragão Artagão.
    Não são antagãonicos com os Carli do PSDB?

  2. rodrigo

    Eu também tenho uma tese: Caso o Artagão pai saia antes da hora do TCE e o Roberto Requião seja eleito governador e não o Ratinho Jr, a vaga aberta no tão importante tribunal pode ser ocupada novamente por Maurício Requião. Pensando bem, Maurício Requião já tem reservada a pasta & cadeira & mesa & assessores na secretaria da Educação, liberando essa vaga no egrégio TCE para alguém que se coadune com o velho MDB de guerra, a Carta de Puebla, a opção preferencial pelos pobres etc… podendo a própria Cida Borguetti ser a escolhida, em agradecimento a uma eventual traição política ao governador Beto Richa e seu candidato roedor. Vai que Cida, durante seu mandato tampão, resolve colocar a máquina estadual a serviço de Requião só para ferrar os aliados de outrora? Quem acha que isso é impossível não conhece o primeiro-marido Ricardo Barros. Como diz aquele famoso blogueiro de coração alvi & rubro & negro, pode ser tudo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>