8:27Pensando bem…

Rogério Distéfano

A CASA DO DEPUTADO Paulo Maluf, em Campos do Jordão, São Paulo, foi roubada. O ladrão será preso. Qual? O outro.

O JAPONÊS DA FEDERAL, policial que conduzia os presos da Lava Jato, Alberto Yousseff, o réu precursor da Operação, o juiz Sérgio Moro e os procuradores, e outros, tanto presos quanto delatores, publicaram ou irão publicar livros sobre suas experiências. Melhora a literatura, contarão segredos que desvendarão os subterrâneos do Brasil? Não. Mas podem melhorar o mercado editorial, cronicamente raquítico.

O SECRETÁRIO VALDIR ROSSONI, nos finais de semana um youtuber em ascensão, promete acampar em frente à Rede Globo se esta não lhe der direito de resposta sobre as reportagens em que aponta sua participação nos episódios da Operação Quadro Negro.

Com o devido respeito, ele pediu à Justiça? Não é a Globo quem decide sobre o direito de resposta. Agora, entre nós, com ou sem o direito, seria bacana se Rossoni cumprisse o ameaçado, acampar, ainda que ignorando as sugestões em contrário da turma do deixa-disso – e podemos imaginar quem é essa turma.

Seria algo novo, algo convincente, se Rossoni levasse adiante. Pode até engrossar o acampamento com outros supostos caluniados pela Globo. Faria como daqueles acampamentos que os professores montam em frente ao Iguaçu. Aqui sacamos um blefe do secretário: os professores do Paraná, que brigam com o quadro negro, acampariam ao lado para atacar com giz a barraca de Rossoni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>