8:39O Jeitinho no Planalto Central

por Claudio Henrique de Castro 

            Sobre os recentes episódios envolvendo poderosos no planalto central ou no Alvorada, lembramos algumas frases que podem ter sido ditas em conversas pouco republicanas:
 
“Aos amigos tudo, aos inimigos os rigores da lei; 
Aos inimigos os rigores da lei, aos amigos a jurisprudência; 
Botando de lado os entretantos e partindo pros finalmentes; 
Na vida só não há jeito para a morte;
Quem tem padrinho, não morre pagão;
Quem você pensa que é, hein?;
Todos são iguais perante a lei, mas a lei não é igual diante de todos;
Uma alternativa;
Uma saída melhor;
Você sabe com quem está falando?;
 
E a explicação das frases:

            “Na tensão entre a hegemonia do jeitinho e a burocracia, a Administração desenvolve as possibilidades de: dar e negar, vetar ou consentir, deferir ou indeferir, ser ágil ou procrastinar, entre o sim e não, há de se encontrar uma saída, uma solução, um jeito, onde as regras não são favoráveis, em síntese, onde o formalismo indefere o jeitinho defere, de forma socialmente desenvolvida e construída.” (CASTRO, C.H. O Jeitinho no Direito Administrativo Brasileiro, p. 55)

            Em resumo: “Brigam os compadres – e as comadres descobrem as verdades;”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>