17:55Fondo

A Justiça paranaense imita o governo como a antológica frase do jogador de futebol que disse que “fez que foi, não foi, mas acabou fondo”.

Uma ideia sobre “Fondo

  1. zangado

    Enfim, nessas ocasiões (exceções existem, como o magistrado Vargas, me parece) alguns aproveitam para dizer que estão vivos (como o presidente do TJ); fora essa parte, o processo do “gafanhoto Justus” quase entra em prescrição … o da sogra-fantasma está para prescrever … etc et all.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>