14:30Todos Geddel

por Ruy Castro

Por volta de 1968, Nelson Rodrigues escreveu: “Em Brasília, todos são inocentes e todos são cúmplices”. Sua frase só não se aplica neste momento porque há uma solitária exceção: o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero. Ele não quis fazer parte daquela unanimidade. Ao se sentir pressionado por seu colega Geddel Vieira Lima, secretário de Governo, a aprovar certa medida que contrariava o interesse público e favorecia os negócios particulares do colega, Calero preferiu demitir-se.

Um gesto tão simples — afinal, o que há de mais natural do que uma pessoa honesta retirar-se de um ambiente que não lhe convém? —, provocou uma reação surpreendente. Destampou um ralo do qual escapou extraordinário fedor.

Começou quando o presidente Michel Temer, sem discutir, aceitou a saída do ministro e manteve Geddel no emprego, com o que avalizou o comportamento de seu secretário. Com isso, Temer quis dizer que, sim, pode-se coagir o poder público a autorizar a construção de um espigão de 30 andares sobre uma região histórica de Salvador para justificar a compra de um apartamento e talvez outros interesses particulares. No que se embutiu um recado: o balcão continua aberto — só mudaram os operadores.

Entendendo a mensagem, uma malta de políticos, com destaque para os suspeitos de sempre — os cardeais, com cargos de liderança ou presidência nas casas do Congresso —, apressou-se em socorrer Geddel, minimizando a história, declarando-a um caso encerrado ou enfatizando que, neste momento, há medidas mais urgentes a tratar. Perfeito. E por que seria diferente? Afinal, não importa que se chamem Michel, Aloysio, Rodrigo, Renan ou, pode crer, Pauderney. São todos Geddel.

Com a volta de Marcelo Calero ao Itamaraty, sai ganhando a diplomacia brasileira.

*Publicado na Folha de S.Paulo

5 ideias sobre “Todos Geddel

  1. Zé Mané

    Agindo assim que a infeliz perdeu o emprego, o “presidento” está indo pelo mesmo caminho, ou ele acha que o povo também não vai pedir-lhe a cabeça? O Fora Temer agora não mais será pedido pelos esquerdopatas raivosos e despeitados pela perda do Poder, mas pelos coxinhas que chutaram do trono a infeliz. Se liga Temer, atua hora também vai chegar.

  2. Alexandre rodrigues

    Alguém está dizendo o contrario,tranqueiras orbitam o poder e quando o PMDB baixou no governo Lula foi onde tudo começou de novo,antes eles eram baseados nos tucanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>