12:09JORNAL DO CÍNICO

Do Filósofo do Centro Cínico

Os engenheiros que conseguiram consertar em uma semana aquela gigantesca cratera aberta numa avenida de Fukuoka, no Japão, foram chamados para tentar dar um jeito no Brasil. Desceram no aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, percorreram as linhas vermelha e amarela, conseguiram sobreviver a dois tiroteios, olharam as favelas no entorno e decidiram retornar imediatamente sem descer do carro sem ver o resto – porque se aquilo acontecia na Cidade Maravilhosa, imaginaram o resto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>