11:50Goulart de Andrade, adeus

Da Folha.com

Apresentador Goulart de Andrade morre aos 83 anos

Morreu nesta terça-feira (23) o jornalista e apresentador Luís Filipe Goulart de Andrade, aos 83 anos. Ele estava internado na unidade do Itaim do Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo.

De acordo com a assessoria de imprensa de Andrade, o apresentador tinha problemas no sistema cardiorrespiratório, que se agravaram nos últimos dias.

A cerimônia deve ocorrer na Assembleia Legislativa de São Paulo, mas o setor de comunicação do órgão não soube confirmar a informação.

Nascido no Rio de Janeiro, Goulart de Andrade foi jornalista, publicitário, radialista, ator, roteirista e diretor de TV. Antes de tornar-se jornalista, o carioca trabalhou como piloto comercial e de salva-vidas.

Atualmente, apresentava o programa “Vem Comigo”, exibido aos domingos pela TV Gazeta, comandando alunos da Faculdade Cásper Líbero em releituras de matérias realizadas por ele entre as décadas de 1970 a 1990. Na estreia, foi exibida a reportagem sobre o Hospital Psiquiátrico de Juqueri, em que foram denunciados maus tratos aos pacientes.

Goulart de Andrade iniciou a carreira em 1955, na TV Rio, com o programa “Preto e Branco” e ficou conhecido por apresentar “Comando da Madrugada”, inicialmente exibido nos intervalos de filmes da Rede Globo na década de 1980 e, posteriormente, na TV Bandeirantes, passando também pelo SBT, pela Rede Manchete e pela TV Gazeta.

“A primeira [edição] tinha 25 minutos e interrompeu o filme. No dia seguinte, Boni me falou: ‘Você tá louco. Você quebrou o padrão da Globo’”, contou o jornalista em entrevista a Antonio Abujamra, no programa “Provocações”, em 2013. Na ocasião, Goulart de Andrade afirmou que “a televisão está tão medíocre que é difícil eleger o pior [programa]“.

Em 1984, dirigiu “Perdidos na Noite”, semanal da TV Gazeta que revelou, entre outros, o apresentador Fausto Silva.

Em mais de seis décadas de carreira, o jornalista entrevistou personalidades como Jânio Quadros, Chico Buarque de Holanda, Washington Olivetto, César Camargo Mariano e Mário Covas.

Ele deixa a mulher, Margareth Bianchini, com quem viveu os últimos 13 anos, três filhos, três netos e uma bisneta.

*

VEM COMIGO

Goulart de Andrade foi autor do bordão “vem comigo”, que dizia em todas as edições do programa “Comando da Madrugada”, apresentado com o cinegrafista Capeta, seu parceiro de profissão por muitos anos.

A dupla cravou a estética de filmagem com uso de plano-sequência, técnica em que a câmera passeia pela cena sem cortes, replicada posteriormente em diversos programas.

O apresentador brincava ao lembrar que o cameraman “morreu de 801″, soma entre 750 e 51: “Ele tinha uma moto 750 cilindradas e bebia muito 51. Ele sofreu um acidente de moto”, explicou ao UOL.

Em entrevista à Folha, Andrade disse que, em 1982, “vem comigo” significava “parceria” e que o Capeta era o seu “olhar eletrônico”. Já em 2013, o bordão significava uma “marca” e o capeta era “uma feliz lembrança, saudosa”.

Uma ideia sobre “Goulart de Andrade, adeus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>