9:50APESAR DOS DESATINOS

Rogério Distéfano

Vai ganhar de quem?

Pré-estreia da Olimpíada, o Brasil empata com a África do Sul, 0×0, em campo o estrelado Neymar. Bom sinal. Podia ter sido derrota de 7×0.

Que medo!

A entrevista de Deltan Dall’Agnol, procurador da Lava Jato, a Jô Soares teve a maior repercussão na história do programa. Até Lula assistiu e desgostou: seu advogado obteve direito de resposta.

Girica

O PT veta a convocação de eleições para presidente com ou sem impeachment de Dilma. Muito demorada, dizem os líderes, querendo dizer que não passa de ideia de girico. Ou de girica, pois vem de Dilma, e com ela até gênero tem gênero.

Sin City

  • Atletas da China em meio a fogo cruzado quando chegavam ao Rio, quarta. Para nós brasileiros é apenas o cotidiano esquizofrênico de quem traz evento internacional para uma cidade insegura, dominada pelo crime.
  • Sempre no Rio. O assaltado arrancou a arma do bandido e matou o assaltante. Apresentou-se como vice-cônsul da Rússia em Minas. A identidade era falsa e o russo, mineirinho, carteiraço até os dentes.

Merci, prèsident

François Hollande, presidente da França, elogia a segurança da Olimpíada. Comparada a quê, monsieur le Prèsident ? À de Paris, à de Nice?

Ele desatinou

Chico Buarque canta Apesar de Você, sua música-lema contra a ditadura militar. Esta semana, no Canecão, em ocupação simbólica do Ministério da Cultura. Sempre contra Michel Temer, golpista e traidor de são Luís Inácio de Garanhuns e soror Dilma Imaculada. Com os poetas temos que ser indulgentes.

Direito dele, trair a própria música e sua importância histórica. Quem acompanha Chico desde o auge até a decadência – que começou bem antes, já no fim da ditadura, quando cuspiu em público no rosto de Millôr Fernandes -, diria que ele devia ter escolhido outra de suas maravilhosas músicas: Ela desatinou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>