15:18A guerra, o patrono e o congresso para punir

Do analista dos Planaltos

A UEL quer promover em outubro u evento para reconhecer o genocídio na época da Guerra do Contestado, com direito a palavra do Carlos Frederico Marés e tudo mais para punir União, Paraná e Santa Catarina. A escaramuça serviu para colocar como patrono para a PM paranaense o Coronel Sarmento.  O nome do evento é “Congresso Brasileiro do Centenário da Guerra do Contestado: reconhecimento do crime de genocídio, direito à vida e à existência futura” http://migre.me/urnxp).

 

3 ideias sobre “A guerra, o patrono e o congresso para punir

  1. Tem mais aí

    Em não tendo o que fazer, façamos borbulha.
    Que tal descer do carro em território de tigres?

  2. leandro

    Daqui a cem anos terá uma história e um livro contando o suplício do Suplici ao ser retirado nos braços da P< de São Paulo, por ocasião de ruma reintegração de poisse na capital paulista em cumprimento a uma ordem judicial.

  3. Zé Povinho

    Guerra do quê mesmo? Duvido que muito professor de História saiba de que um dia houve esta guerra que, para nós paranaenses e catarinenses deveria ser motivo de orgulho e não de zombaria. Podemos comparar a Guerra do Contestado à de Canudos, se é que alguém sabe o que foi Canudos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>