18:22Cansei

Do blog Cabeça de Pedra

Pisquei e descobri que estava trabalhando há 45 anos. Sem parar. Feito um autômato que se alimentava do prazer do próprio ato do trabalho. Não vou dizer o que faço, apenas que é extenuante física e mentalmente. Pisquei de novo e me perguntei o que foi feito de minha vida durante todo esse tempo. Sim, tenho família, os filhos criados, casa de alto padrão, um apartamento na praia, um sítio, boa reserva financeira, essas coisas. Nunca curti. Quase não fui a estes lugares – e muito menos viajei.  O trabalho. Pra que tudo isso? Meu corpo está em frangalhos. Outro dia que tive um piripaque no coracebo. Desmaiei. Bati com a cabeça na quina da mesa de trabalho. Sangue escorreu e melou o tapete. Quando acordei, a visão estava vermelha. Foi aí que pensei em tudo, assim, num piscar de olhos. Parei. Fui pra casa, tomei um banho bem quente, coloquei pijama limpinho e não o tirei mais. Cansei de cansar. Eu não tinha noção disso. Vou viver mais. Flanando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>