11:38Apoio, não apoio e suspeita

Do Goela de Ouro Menos de 24 horas depois de o diretório municipal do PSDC em Curitiba aprovar o apoio do partido à candidatura de Rafael Greca (PMN) à Prefeitura de Curitiba, o presidente do diretório estadual do PSDC, Luiz Adão Marques, soltou uma nota desautorizando a união (ver abaixo). Fontes próximas ao candidato do PMN identificaram as digitais do ministro da Saúde, Ricardo Barros, na reação de Luiz Adão. Em sua maioria os membros do PSDC formam a cúpula da Femoclam (Federação Comunitária das Associações de Moradores de Curitiba), entidade que há muito é mantida e caminha ao lado da família Barros. Ou seja: a nota de Luiz Adão seria parte da estratégia para levar o partido a apoiar a candidatura de Maria Victória – filha do ministro – para prefeita da capital.notaapoio

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>