9:40Propina da Unila

Do blog O Antagonista

- Em um dos termos de sua delação, Alexandre Romano conta que usou seu escritório para repasses do grupo Schahin para o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira.

Romano anexou também a nota fiscal, emitida para justificar o repasse de R$ 200 mil. Nenhum serviço foi prestado.

- Alexandre Romano contou aos investigadores, em sua delação premiada, que repassou a Paulo Ferreira cerca de R$ 2 milhões em propinas de diferentes obras tocadas pela Construbase.

Ele citou a construção da Universidade Latino-americana (Unila), de responsabilidade do consórcio Mendes Júnior/Schahin. Ele acredita que a Construbase seria subcontratada.

A empreiteira integra o consórcio que venceu a licitação para a construção da segunda ponte ligando Brasil ao Paraguai.

unila

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>