7:23O ANARQUISTA

 VULTOS DA REPÚBLICA

EDISONLOBÃO 

EDISON LOBÃO, PMDB/MA. Senador, governador, deputado federal. Marido de deputada e pai de seu suplente no Senado. Ministro de Dilma, é favorável ao impeachment da presidente   

Acabou o rango

Doze anos depois, trinta milhões de exemplares vendidos e um filme com Júlia Roberts de protagonista, acabou o casamento da autora de ‘Comer, Rezar, Amar’, Elisabeth Gilbert, com José Nunes. A comida azedou, mudaram de religião, acabou o amor, todas as causas são suficientes, no plural ou no singular.

Tempo de murici

Michel Temer estaria dispensando a intermediação do ministro da Defesa, Raul Jungmann, para despachar diretamente com os comandantes das Forças Armadas. Em tempo de murici, cada um cuida de si.

Spray na mosca

Sérgio Moro no STF. Buxixo ou factoide que corre solto. Maquinação de honoráveis mafiosos com mandato federal para afastar o ferrabrás da Lava Jato. No Brasil precisamos crer em bruxas, porque existem, ainda que não se mostrem. Resta-nos apenas rezar para que Moro lance spray venenoso na mosca azul e se agarre na inamovibilidade de permanecer na vara federal.

Nos lixemos

O filho e a filha – aquela enroscada na Lava Jato – de Eduardo Cunha têm passaportes diplomáticos, que dão direito de passagem sem contratempos nos aeroportos. Não adianta criticar o presidente da câmara federal; seria suicídio político da autoridade que negasse os passaportes. O errado está na insistência em desrespeitar as condições legais para entrega do documento. Entre nós funciona o latim ‘lege habemus sed nos lixemos’.

Zangão com tesão

Receita certa de aplauso instantâneo: criticar Michel Temer em eventos de massa, no geral basta o grito ‘Fora, Temer’. Acontece agora na FLIP, a feira literária de Paraty. Os críticos não sabem que Temer também é autor, que com um só título, na 24ª. edição, vendeu mais que a quase totalidade deles. Mal sabem que o presidente em exercício, na linha do predecessor José Sarney, autor de ‘Marimbondos de Fogo’, prepara um romance. Título provisório, ‘Zangão com Tesão’.

Montante e jusante

Dois delegados da Lava Jato foram removidos de Curitiba. Um deles, Luciano Flores, respondeu pela condução coercitiva e interrogatório de Lula. Se não foi a montante das carreiras dos delegados pode ser mais um movimento da jusante da Lava Jato. Na montante a água do rio vai do ponto baixo para o ponto alto; na jusante, o contrário. Na dúvida, caluda, que os tribunais, a começar pelo STF, começam a cortar o registro e reduzir o fornecimento de água na Lava Jato

(ROGÉRIO DISTÉFANO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>