14:52O pedágio e a “panela”

Do enviado especial

Quem viu, em dezembro, o anúncio do aumento anual do pedágio das concessionárias do Paraná imaginou que elas desejam continuar por mais 20 anos com seus contratos para realizar obras. Quem transita sabe que não é bem assim. Por exemplo: no km 471 da ‘nova’ duplicação da BR 376, em Ponta Grossa, há uma panela no asfalto (sentido Norte do Paraná) que vez ou outra cobra um novo pneu para o motorista que se atreve a enfrentá-la. O que faz a AGEPAR é um mistério.

 

3 ideias sobre “O pedágio e a “panela”

  1. Sergio Silvestre

    Esses caras deveriam pagar pelas vidas ceifadas nesse pedaço de carreador onde se paga 10 reais para cada 45 km rodado.
    Mas essa historia de pedágio ai ,nada mais é uma forma sórdida de politico fazer caixa de campanha sem dar pistas,o dinheiro é pago em especie e dificilmente vai ser contabilizado,essa é mais uma invenção tucana de roubar bem roubado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>