16:27PARA NÃO ESQUECER

giova

Mario Giovannoni

por Sergio Brandão

Seria muito óbvio para ele morrer no dia 1 de abril. Por isso escolheu o dia seguinte, 2 de abril de 2010. Resistiu mais um dia para não ser óbvio, previsível. E, assim, se passaram quase 6 anos da morte do GIOVA. Esperou o dia da mentira passar para morrer no dia seguinte – pra deixar bem claro que desta vez não estava de brincadeira, não era mentira.

NO DIA 1 DE MARÇO E NÃO MAIS NO DIA 3, ouso lançar um livro contando muitas das histórias dos 54 anos de vida desta grande figura, amigo de muitos e inimigo de ninguém, embora tenha dado motivos pra isso.

Serviço:

1 DE MARÇO, no Memorial de Curitiba, das 18 às 21 horas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>