7:09Digitau

por Mané Galo, da Ilha do Chapéu, na Baía de Guaratuba

O comercial do Banco Itau onde um grupo de crianças fala em Digitau, provocou muitas críticas de educadores. Eles e outros mais entendem o óbvio: que falar errado induz as crianças a falar errado. A nossa maltratada língua portuguesa está mesmo precisando de vigilantes que atuem no sentido de  corrigir erros e reclamar daqueles que utilizam meios de comunicação de massa falando  errado. Recentemente um apresentador de programa matinal na televisão fazia gestos e repetia: “Tamo junto! Tamo junto! Tamo junto!” Um repórter em São Paulo fazia parecido: “O grupo de policiais ‘tava’ aqui desde cedo”. Outro: “Neste momento ‘to’ falando diretamente do local onde ocorreu o acidente”. E por aí vai. Jornalistas que se comunicam diretamente para milhões de brasileiros deveriam ser exemplos do bem falar, com português simples e correto. Mas nesta era Digitau, tudo pode acontecer, não?

5 ideias sobre “Digitau

  1. Rechinal

    Ninguém irá para o céu porque escreveu certinho. Quem escreve tudo certinho, dentro da linha, o trem pega! E se não morrer, vai fazer terapia.

  2. Hanna

    Na primeira vez que vi o comercial também achei absurdo induzir os falantes a falarem errado. Mas no país do menas, houveram, por causa que e gerundismos, acredito que a alfabetização se tornará cada vez mais fácil. É só ver televisão.

  3. John Doe

    O Mané pelo jeito nunca ouviu falar do tal preconceito linguístico, existe isto sim. Então o Digitau do Itau não está errado, você é que é preconceituoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>