22:45No chão úmido da rua deserta

Do blog Cabeça de Pedra

Uma pasta que alguém (Deus?) espremeu numa rua deserta. Essa massa disforme espalhada no chão sempre úmido tem todos os sentidos dos que se consideram humanos, mas está ali, inerte, abandonada no tempo. Nem os bichos que raramente passam perto se interessam. Seria bom ser devorado por ratos, urubus, baratas – apenas para que tudo acabasse de vez. Mas… uma coisa assim, morre? E o que se sente é vida? Passos se aproximam. Vai esmagar!… O que aconteceu? Agora é mais um a aumentar o que não tem explicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>