21:20HORÓSCOPO

por Zé da Silva

Não fui. Não vou. O não é fundamental na minha vida. Porque me faz ver a importância do sim. O não eu inventei desde sempre, mas para negar isso, dizia que era por causa do não dos outros. Os dos meus pais, por exemplo. Ah, como eu odiei aquele não que pensava que eles pensavam… Porque era o que vinha, sem a palavra, só pelos acontecimentos que me negavam e onde eu esperava o sim. E eles na deles, carregando os nãos que inventaram sobre os meus avós. Como é divertido pensar nisso hoje. Eu continuo dizendo não. Mas o meu não, depois de todo o aprendizado, onde quebrei a fuça, é um sim disfarçado. Quem me conhece sabe disso. Comecei a sacar isso depois que olhei a história dos nãos dos meus amados que já foram. Eles aprenderam assim – e passaram. Mas me deram todo o sim possível para qualquer ser humano caminhar com a própria cabeça. Para descobrir sobre o não. Não fui. Não vou. Com o não. Só para disfarçar, eu digo. Depois vem o sim – e é tão bom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>