15:06Endereço errado

Desde segunda-feira o professor Pierre Pinto está acorrentado e em greve de fome diante da Assembleia Legislativa do Paranná. Há uma placa ao lado da sua barraca em que ele informa ser contra os 5% de aumento proposto pelo governo do Paraná (sic). Pinto é professor do Instituto Federal de Rondônia. Talvez tenha errado o caminho. Deveria estar protestando em Brasília, pois foi Dilma Rousseff quem cortou R$ 9 bilhões no orçamento do ensino federal. O fato de ele não ter baixado enfermaria com todo este tempo sem comer também levanta uma dúvida: será que alguém está lhe fornecendo quentinha de madrugada, como fez no passado distante o deputado Anibal Khouri com professores grevistas que acamparam dentro da Assembleia e diziam estar também em greve de fome?

5 ideias sobre “Endereço errado

  1. Wagner

    Junto com o idiota se juntaram mais dois retardados, duvido que a noite eles não recebam comida do pessoal que está acampado do outro lado da rua.

  2. Leovir Gliteze

    Este professor que veio de tão longe deve ser valorizado e não ser ridicularizado – pois está lutando por uma causa nobre – se os que criticam fossem corajosos como ele deveriam se acorrentar em frente ao Ministério Público, Tribunal de Contas e T. de Justiça contra a corrupção chamada de auxilio moradia.

  3. leandro

    É verdade, uma causa nobre. Se partirmos desse princípio vai faltar poste no Brasil. Após as medidas provisórias votadas no congresso, teremos muitos brasileiros e brasileiras que não tem poder de mobilização, igual a APP e outras, que ficarão a mercê das medidas econômicas do ajuste fiscal pelas besteiras e enganação do governo do PT. Viúvas, aposentados que já são atingidos por vários fatores, serão ainda mais penalizados, porém não só eles mas aí entram outros que sofrerão punições para pagar a conta das besteiras feitas pelo governo. Então logo as empresas de energia elétrica e de telefones a afins, terão que colocar mais postes pelas cidades para atender todos que buscam uma causa nobre e estão prejudicados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>