8:03Demorou, mas o Ministério Público resolveu atuar diante do impasse da greve

Demorou, mas o Ministério Público do Paraná se colocou à disposição para mediar a queda de braço entre o governo do Paraná e os professores que estão em greve. “Tal postura considera o dever do MP de zelar pelo direito constitucional de ensino público regular e pela própria qualidade da educação”. Ah, bom! Confiram a nota ofiicial distribuída ontem à noite:

MP-PR propõe mediar negociações entre governo e servidores grevistas

O Ministério Público do Paraná se colocou formalmente à disposição para mediar as negociações e a conciliação entre o governo do Estado e as categorias de servidores estaduais, em vista dos prejuízos à população que depende dos serviços paralisados, em especial estudantes das escolas e das universidades públicas do Paraná. Tal postura considera o dever do MP de zelar pelo direito constitucional de ensino público regular e pela própria qualidade da educação.

A proposta foi apresentada ao governador do Estado e às entidades que representam os servidores públicos por meio de ofício encaminhado na noite desta sexta-feira (22). No ofício, o MP-PR esclarece que já vem acompanhando o caso, tendo, inclusive, participado de reunião sobre o assunto, realizada na quinta-feira (21), com a liderança do governo na Assembleia Legislativa. Recomenda, ao mesmo tempo, às partes envolvidas, que sejam ultimadas as negociações, com absoluta celeridade, evitando-se, assim, maiores danos à sociedade.

2 ideias sobre “Demorou, mas o Ministério Público resolveu atuar diante do impasse da greve

  1. leandro

    É, quando ameaçaram não ser possível pagar os salários em dia, todos se mexeram, até os professores liberaram a porta da SEFA.

  2. Luiz

    Falsidade do Ministério Público. Ele, como fiscal da lei, deveria estar ajuizando uma ação contra o governo para que pague a reposição inflacionária. Não tem que negociar nada. Os grevistas não pedem “aumento” de salário, mas apenas e simplesmente aquilo que a inflação comeu dos seus vencimentos. O Ministério Público teve concedido pelo governo o auxílio-moradia retroativo a 5 anos. Não tem legitimidade para “mediar” nada. O MP é o famoso “autor de obra pronta”. Pura falsidade, para passar à sociedade a falsa imagem de austeridade, e ao mesmo tempo, fazer uma média com o generoso patrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>