16:00Perigo de grampo na Fuck

A descoberta de que estão grampeando a Polícia Federal em sua sede em Curitiba deixou muito preocupado o Pezão na Boca, codinome de um ex-guarda noturno que caiu em desgraça quando foi pego regando uma planta no canteiro em frente a casa de um majorengo com influência política. Ele teve de se esconder na Vila Fuck porque achou e falou para o poderoso que ficou apertado e teve de fazer ali mesmo, sob o risco de molhar o fardamento. O problema surgiu quando perguntou à autoridade se aquilo nunca tinha acontecido com ele. Mas, voltando à escuta ilegal, o Pezão disse na reunião da Associação dos Miseráveis que era bom todo mundo ficar atento. Justificou: “Quando chegamos a este ponto de se grampear federal, isso quer dizer que a coisa ficou maior que a epidemia da dengue. Vai que os bandidos se interessem em saber como é que continuamos vivos comendo brisa como prato principal e engolindo luz de sobremesa…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>