21:53A Criação

por Eduardo Galeano

A mulher e o homem sonhavam que Deus os estava criando.

Deus os sonhava enquanto cantava e agitava suas maracas, envolvido em fumaça de tabaco, e se sentia feliz e também estremecido pela dúvida e o mistério.

Os índios makiritare sabem que se Deus sonha com comida, frutifica e dá de comer. Se Deus sonha com a vida, nasce e dá de nascer.

A mulher e o homem sonhavam que no sonho de Deus aparecia um grande ovo brilhante. Dentro do ovo, eles cantavam e dançavam e faziam um grande alvoroço, porque estavam loucos de vontade de nascer. Sonhavam que no sonho de Deus a alegria era mais forte que a dúvida e o mistério; e Deus, sonhando, os criava, e cantando dizia:

- Quebro este ovo e nasce a mulher e nasce o homem. E juntos viverão e morrerão. Mas nascerão novamente. Nascerão e tornarão a morrer e outra vez nascerão. E nunca deixarão de nascer, porque a morte é mentira.

* Da Trilogia “Memória do Fogo” – 1) Nascimentos

Uma ideia sobre “A Criação

  1. Sergio Silvestre

    Sentei no banco de um jardim ao lado de uma roseira
    Vi uma lagarta corcovando sobre a folha
    Pensei em tira ela e esmagar
    mas a deixei comer algumas folhas
    um outro dia no mesmo jardim
    não vi a lagarta no pé de rosa
    mas vi um casulo pendurado entre os galhos e os espinhos
    aparei os espinhos e o deixei pendurado
    dias depois voltei ao jardim.
    não vi a lagarta e o casulo violado
    sentei no banco triste compadecido
    do que poderia ter acontecido
    uma borboleta azul veio em minha direção
    sentou na minha mão
    estaria ela me agradecendo?
    não matei a lagarta e dei uma chance para ela viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>