17:00A hora do espanto

O que significam as cenas abaixo? A bandeira do Paraná representa todos os paranaenses, não o Governo, o governador do Estado, o secretário de Segurança, a Polícia Militar, a Civil, os deputados ou coisa que o valha. Os vândalos que protagonizaram esta pichação no símbolo maior do Estado pertencem à categoria dos professores ou aos partidos que aparecem nas bandeiras e entidades que estavam ali para mais um dia de protesto? Alguém vai se responsabilizar por isso ou vão dizer que tal barbaridade é uma prerrogativa do Estado de Direito que permite qualquer coisa – desde que seja apenas de um lado? Um grupo autodenominado Palestina estava ali e seus integrantes dizendo que a partir de agora a Praça Nossa Senhora de Salete será conhecida como Faixa de Gaza. Não tem a mínima noção do que prega e seus integrantes são incensados pelas vacas de presépio de sempre. A baderna como forma de protesto é baderna, nada mais. A violência que explodiu e feriu tanta gente na quarta-feira teve sua origem naquela invasão feita por aloprados ao plenário da Assembleia Legislativa. Esse é o fato – e não redime a truculência policial usada para impedir nova invasão. O que estão esperando de tudo isso? Há claramente um viés político tecendo os acontecimentos. Parece que todos esqueceram que numa democracia, mesmo que capenga como a nossa, é através do voto que se conseguem mudanças. Com a força, seja ela de que forma for, se consegue apenas estragos que acabam se espalhando por toda a ninguenzada – a que assiste a tudo com espanto e medo.

3 ideias sobre “A hora do espanto

  1. Sergio Silvestre

    De novo,que simbolo,bandeira é a nacional,essas são meras coadjuvantes,será que o Beto Richa agora vai falar da bandeira,bandeira é que ele deu,bandeiroso.

  2. Pingback: A hora do espanto | Boca Maldita

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>