20:14Quatro anos depois…

O governador Beto Richa assinou um pacote de medidas para estancar os gastos da administração ao tomar posse para o segundo mandato. Também criou comissões e mecanismos para o controle dos mesmos. A principal medida é o da proibição de contratações de novos funcionários. Hummmmmmmmmmm. Ao ler isso, um sábio e venenoso do Centro Cívico tascou: “Mas isso deveria ter sido feito na primeira posse…”

4 ideias sobre “Quatro anos depois…

  1. Professor Xavier

    Será mesmo verdade, Beto vai desempregar toda aquela legião de cuecas de seda? Vai prometer que vai prometer que não vai mais empregar a companheirada toda? Duvido muito, até parece discurso de campanha.

  2. CARLOS

    Meu povo…o que acontece com nossa imprensa omissa é um absurdo..Ninguém noticiou que 3 verbas para escolas estaduais não foram repassadas pelo richa em 2014…tem pequeno comerciante (eu,por ex)que vendeu fiado para as escolas e não sabe o que fazer…Zé Beto nos ajude por favor, ou seria PELO AMOR DE DEUS

  3. Sergio Silvestre

    O que o povo não sabe e a imprensa(400 milhões em propaganda) não gosta de noticiar e que precisou uma dura do Alex Canziane no governador vago e distante dos problemas para pagar a empreiteita que está fazendo o OURO VERDE,É O TEATRO.
    Mas que deixou a 445 onde de vez em sempre morre alguém por causa da má qualidade da obra e do seu complemento que ficou as moscas.
    Alguém sabe dizer quando o gov vai recomeçar as obras de novo,pois quando começou a apuração dos votos na eleição sumiram os funcionários.

  4. Zangado

    Agora que o menos pior dos concorrentes está eleito ele assina aquilo que não praticou.
    Mas não pensem que está com foco no governo, está pensando nas próxima pulada de galho!
    Sua inapetência para governar continuará; passará a batuta para a vice que já está de olho na cadeira …
    Assim, a vida é fácil, tacalepau em fotos e sorrisos!
    O Paraná pode continuar sobrevivendo graças ao trabalho da iniciativa privada, mas a administração pública continuará na mesma decadência – não haverá governança porque nunca houve antes; não se muda a falta de disposição de uma hora para outra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>