18:51O criador de multidões

por Nelson Rodrigues

Hoje, eu e meus colegas andamos por aí, realizados bem vestidos, temos automóveis, aos sábados frequentamos boates; passamos de fronte erguida e o nosso palpite tem a imodéstia do juízo final. Mas gostaria de perguntar: o que era e como era crônica esportiva antes de Mário Filho? Simplesmente não era, simplesmente não existia. Sim, a crônica esportiva estava na sua pré história, roendo pedras nas cavernas…

… até que um dia Mário Filho apareceu, havia também no seu texto uma visão inesperada do futebol e do craque, um tratamento lírico, dramático, humorístico que ninguém usara antes… a imprensa deixara de ser besta, Mário Filho inventou uma nova distância entre o futebol e o público, graças a ele o leitor se tornou tão próximo tão íntimo do fato…

E então o futebol invadiu o recinto sagrado da primeira página…eis o que eu queria dizer, Mário Filho foi no futebol um criador de multidões…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>