15:46O pacote do Richa

Da Gazeta do Povo, em reportagem de Laura Beal Bordin

Richa propõe aumento do IPVA para 3,5% e extingue três secretarias

Líder do governo na Assembleia afirma que medidas representam R$ 1 bilhão para o erário

Os deputados da base aliada ao governo do estado se reuniram na manhã desta terça-feira (2) com o governador Beto Richa (PSDB), que apresentou um “pacote” de medidas de austeridade que devem entrar em vigor no próximo ano.

Ao todo, 20 projetos foram enviados à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e quatro já tramitam na casa. Entre eles, um projeto que pede o aumento do IPVA para automóveis – que passaria de 2,5% para 3,5%. O desconto de 10% para o pagamento do imposto a vista até janeiro deixa de valer, caso o projeto seja aprovado.

Os outros projetos devem ser lidos na sessão plenária de hoje na casa e enviados então aos deputados para que se inicie a tramitação. Também será apresentada aos deputados a extinção de três secretarias – Assuntos da Comunidade, Indústria e Comércio e do Trabalho, que deve ser fundida à outra secretaria.

Além das secretarias, cargos comissionados também serão extintos. Já está marcada para amanhã, às 9h, uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a discussão dos projetos apresentados pelo poder Executivo.

De acordo com o presidente da Alep, deputado Valdir Rossoni (PSDB), os projetos enviados pelo governador devem passar pelas comissões ainda nesta semana e devem ser votados em definitivo ainda na semana que vem. “Não há tempo hábil até o recesso legislativo, então os projetos serão votados em regime de urgência”, disse.

O líder do governo da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB) afirmou que as medidas são impopulares, porém necessárias para colocar em ordem as contas do estado. “Os cortes profundos são necessários. Isso representará uma economia de R$ 1 bilhão”, afirmou o deputado.

Ainda de acordo com Traiano, as medidas são excepcionais e darão ao governador uma maior elasticidade no orçamento do estado. “Estamos nos preparando para enfrentar a crise cairá sobre todos nós em 2015”, comentou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>