10:01O FLAGRA

maringascarrinhocão

Em Curitiba – Foto de Maringas Maciel

por Ane Adade

Um paralelepípedo, caixas, roupas e um edredon embebidos em muito, muito, muito sangue. Ao lado, um rosário mergulhado numa poça de sangue e massa encefálica. Assim amanheceu o dia em Curitiba. Só por um milagre voltaremos a ver a figura desse morador de rua que perambulava pela praça Santos Andrade com sua carroça e seu inseparável cachorro branco.
O ser humano é bizarro.
Lágrimas, indignação e muita prece.

5 ideias sobre “O FLAGRA

  1. sergio silvestre

    Que bom ter entre nós ,adoraveis mendingos e andarilhos.
    Vivem o hoje e o futuro nem sabem se existe e nem se preocupam com isso.
    Xicão era um bom pedreiro,trabalhava nas horas vagas no Igapó lavando carro para ganhar uns extras e derepente foi para as ruas e virou andarilho,um caminheiro de noites de lua sem se preocupar com os lobisomens.
    De dia tira uma soneca em uma sombra farta e come aquilo que sobra nos restaurantes .
    Veste tudo que lhe presenteiam com roupas até razoaveis e vai tocando sua vidinha sem preocupações.
    Não deixará herdeiros nem terá uma cova com um nome,talvez para não preocupar ninguem,ou dar trabalho.
    Irá para o céu com certeza e se juntará com muitos homens santos que tambem abriram mão da fartura material.

  2. Danyelle Stringari

    O nome do cachorro é Polaco e seu dono é conhecido como “Boca”. Foi ele mesmo???? Pois tem outro morador de rua que as vezes cuida de seu carrinho e do Polaco. Alguém saberia informar? ?? Se for o Boca sei que ele tem uma irmã que morava em Ctba.

  3. MICHELLE FRANZ

    POR FAVOR.. SE PUDEREM REPASSAR ESTE PEDIDO Q ESTA CIRCULANDO NO FACE, AGRADEÇO.

    DOAÇÃO DE SANGUE NO HOSPITAL CAJURU- URGENTE!

    “O nosso querido bocão, um dos catadores atendidos pelo pimp my carroça cwb, foi covardemente agredido esta noite e está em situação gravíssima. foi levado inicialmente ao hospital evangélico, mas em seguida ao hospital do cajuru, para cirurgia neeurológica, e necessita de doações de sangue. seu fiel companheiro, o polaco, precisa de um lar provisório, enquanto o bocão luta pela vida.

    as doações de sangue devem ser feitas com urgência no hemobanco, na r. cap. souza franco, 290 – bigorrilho.

    estou tentando conseguir o nome completo do bocão. quem souber, pode postar aqui, que facilita a doação.” – Sebastiao Hassan Ali Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>