6:46O encontro

Do Goela de Ouro

 

No último encontro entre o procurador de Justiça Leonir Batisti e Marcus Michelotto, ex-delegado geral da Polícia Civil, este teria dito ao chefe do Gaeco que, se ele encontrar qualquer prova que o incrimine da acusação ter participação na exploração de jogo ilegal em Curitiba, se entrega e, algemado, poderá ser levao ao presídio. Caso contrário, espera que Batisti tenha a coragem de convocar a imprensa para dizer aos paranaenses que errou.

7 ideias sobre “O encontro

  1. Anonimo

    Acredito que o delegado geral seja culpado, posso estar enganado, nunca devemos julgar os outros é verdade, mas me recordo muito bem desta questão e mesmo antes do ocorrido já se sabia que a polícia civil recebia mensalmente pagamento pelo jogo. Tanto que continua recebendo até o dia de hoje, não é mentira, todo mundo sabe. Agora, o delegado pode ser a parte inocente na história, e não ter culpa, reconheço, se isto ficar provado ele tem mais do que razão em exigir que o promotor peça desculpas publicamente, até porque, a forma como o Gaeco age e outros orgãos do Ministério Público muitas vezes é mais para a mídia do que para o exito do processo. Falo isto, mas reconheço o trabalho importante que o MP exerce na sociedade brasileira

  2. Aquele que sabe das coisas

    Os Delegados tem dois órgãos de classe, uma associação e um sindicato. O sindicato está ativo na defesa do ex-Delegado Geral Micheloto. A associação faz de conta que nada tem a ver com o caso. O vice presidente da associação é o Advogado que defende os policiais que atacaram a mansão cassino e foram punidos pelo ex-Delegado Geral. O vice presidente da associação teve seu nome citado em um blog de política como possível substituto do Secretário Cid Vasques na direção da Secretária de Segurança. Quanto pior a situação do Cid Vasques melhor para o vice da associação. O negócio do GAECO que pertence ao Ministério Público é desgastar a polícia civil que tem briga nacional com os Delegados pelo poder de realizar investigação. Quanto pior a situação da polícia civil melhor para o Ministério Público. Enquanto isto, nós que somos simples mortais extremamente necessitados de segurança pública, somos o marisco entre o rochedo e o mar.

  3. Linda, mas não burra

    Acho uma tremenda bobagem o que o cognominado “aquele que sabe das coisas” escreveu. Jamais a PM aceitaria um secretário de segurança que seja delegado da polícia civil, mesmo aposentado, e portanto, o vice Noronha não alimenta qualquer expectativa e sabe que tudo não passa de boataria. O sindicato foi eleito com o apoio do Michelotto, portanto, tem o dever de pagar a dívida com o “chefe” e padrinho. A adepol foi eleita pelo voto democrático dos associados, sem pressão, e por este motivo decidiu deixar a justiça julgar o caso do associado. Quanto ao sindicato, quem deve pedra tem que pagar.

  4. LUMEM.

    A PMPR sabe que tem Delegados de policia de carreira preparadíssimos,oriundos daquela instituição,portanto com livre transito entre as duas corporações e com magnifica formação.Assim como já tivemos um Cel. PMPR como secretário de Segurança e vários Diretores Gerais,é de bom alvitre que o SR. Governador saiba que temos verdadeiramente quadros preparados e competentes para assumir a SESP!Delegados de carreira inclusive alguns aposentados e disponíveis,que são oficiais da reserva da PMPR.Conhecem como ninguém as duas instituições e a Segurança do Estado,com excepcional formação , conduta ilibada e linha dura com a JUSTIÇA e DISCIPLINA.Em condições plenas de executar a nobre tarefa de proporcionar a tranquilidade pacifica ao povo no Paraná,com honra,lealdade,honestidade ,dignidade e absoluta competência e sem arestas.

  5. Não sei nada e sou feio

    Do bate bola entre o “Aquele que sabe das coisas” e o “Linda, mas não burra” algumas coisas ficaram claras. 1º – o Vice da Associação, que parece ser o Dr Noronha que teve alguns problemas no passado, não será Secretário não porque é Delegado mas pelos problemas no passado. 2º – sem dúvida é incompatível alguém ser Vice Presidente de entidade que deve defender Delegados e ao mesmo tempo ser Advogado de políciais que estão atacando Delegados. Ou reza pra Deus ou pro diabo, tem escolher um lado.

  6. Amélia

    Queremos saber das provas já, afinal lá se vão dois anos de investigação. O q eles encontraram? Quais provas eles tem?
    Arquivos secretos…investigação sem prazo para conclusão…atuação sem fiscalização…
    Não sei se isso combina com um Estado democrático de direito, me lembra ditadura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>