8:21Incoerência ou conveniência?

por JamurJr

 

Quem viveu o período de ditadura no Brasil sabe como fica difícil a vida quando o cidadão é  permanentemente vigiado e tem suas ações limitadas por ordem dos detentores do poder. Os jornalistas sentiram de perto a pressão exercida para controlar o setor de comunicação. Na redação do telejornal da TV Iguaçu, onde trabalhei no período de chumbo, diariamente um homem do governo federal lia os roteiros do programa para fazer a censura prévia. Ele decidia o que ia para o ar. Proibiam tocar determinada música de Roberto Carlos, tudo de Geraldo Vandré e o nome de Dom Helder Câmara não podia ser pronunciado. Vez por outra um ou outro apresentador fugia do roteiro escrito e improvisava alguma coisa com crítica aos atos  do governo, lembrando ou fazendo um elogio tímido a um artista censurado ou revelando alguma ação antipática do governo. O resultado desses improvisos era  uma visita ao quartel onde um major se ncarregava de passar um pito no profissional, que era mantido por algumas horas numa sala a meia luz, sentado num  banco de madeira onde ouvia o militar falar sobre o comportamento que deveria prevalecer de acordo com as normas ditadas pelas autoridades federais. Certa ocasião um chefe da Censura reuniu jornalistas para fazer recomendações e declarou no final que podia prender um apresentador de televisão por “expressões faciais”. Claramente se referia ao escriba aqui, que costumava fazer algumas caretas reprovando atos do governo ou fazendo sátira de alguma declaração ou determinação feita pelos comandantes. Nessa época, lideranças políticas e outros brasileiros corajosos trabalhavam no combate a esse estado de coisas que perturbava a vida dos brasileiros. Democracia e liberdade sempre foram objetivos perseguidos no Brasil. Com o surgimento do PT, liderado pelo metalúrgico Lula, surgiram vozes fortes nas praças públicas contra os ditadores. Essas histórias um bom número de brasileiros conhecem – uns por terem vivido as dificuldades da época, outros por ouvir dizer ou leram em algum livro. Para surpresa de todos nós, hoje, políticos e lideranças sindicais que batalhavam contra os ditadores, perderam o medo dos ditadores de qualquer parte do mundo. Vivem aos abraços e beijinhos com os de Cuba, perdoam dívidas dos da África e fazem afagos a candidatos a ditador em outros países da América. Recentemente o governo brasileiro  fez negócios com o ditador de Cuba importando médicos a preço fixo. Na Bahia o governador recebe o ditador Raul Castro como se fosse o Nelson Mandela da América Latina. Os ditadores de hoje devem ser diferentes dos ditadores de ontem. Provavelmente, mais “democratas”, bonzinhos, religiosos e amantes da liberdade total. Será que mudaram os ditadores  ou mudaram de posição algumas lideranças políticas do Brasil?

10 ideias sobre “Incoerência ou conveniência?

  1. sergio silvestre

    Então,acho que os militares não fizeram seu trabalho por completo,foi feita a faxina numas poucas centenas de reacionários,mas a nata está ai roubando e ficando milionários
    Depois da DITA MOLE,estamos agora vivendo duas ditaduras,a do dinheiro e das comunicações.
    Tem canais e outros meios que são de políticos onde seus ancoras e comentaristas só tem um lado.
    Olhe a guerra da VEJA com a ISTO É,não é coisa de uma ditadura das comunicações?
    Qual noticias você vai acreditar?A própria globo,jornal da massa e muitos outros.
    É de corar de vergonha e os caras nem se mancam.Tem blog que alem de .não postar comentários,ainda faz contraponto da sua opinião de tão ligado que é a algum politico.
    E por fim ,vivemos a ditadura monetária,onde a lei só funciona beneficiando o rico em detrimento ao pobre,que queira ou não é a raça mais descriminada do Brasil.
    Então meu irmão,a ditadura militar foi bom para o pobre e classe media,onde nós dormia sossegados,tinha segurança e muitos que hoje tem seu negócios e bens foi adquirido na época
    Se continuar esta democracia que só serve para políticos e magistrados ladrões essa geração estará perdida e os poucos adolescentes que restarem não conseguiram tocar essa maquina chamada Brasil..
    Tá muito gostoso,ta muito oba oba,droga correndo solta,ladrões de dinheiro publico se multiplicando e a saga megalomaníaca dos escroques não tem fim.

  2. leandro

    Com certeza as duas hipóteses estão corretas. O ditadores, ops! chefes do nosso governo, agem com a maré, quando o público tem uma tendência politica o discurso é um, quando é mais da chamada “esquerda” é outros. Aliás essa tal de “esquerda” é uma grande balela, , esquerda em relação a que? Ao Obama, a Angela Merkel, a Michele Bachelet? Enfim a quem são de esquerda e ou democratas como se auto intitulam os nossos governantes? Não sei. O que mais chama atenção são os comportamentos de conveniência e de interesse no poder, maso poder não é para criar um estado de desenvolvimento e sim um estado que tutela e se sobrepõe às instituições privadas que no modo de ver desses chamados estadistas de plantão els só servem quanto há o interesse. No setor da própria comunicação dá para notar que existe uma tendência de subliminarmente “trancar” a porta , pois já foi criada umaTV do Executivo que serve não só para mostrar os seus atos, mas sim para descaradamente fazer campanha politica, já se pensa em criar o “método chinês” de monitoramento das redes sociais pois o governo de plantão já percebeu que elas são um instrumentos muito fortes de comunicação. Sem comentar outras ações que demonstram a preocupação governamental em segurar as opiniões contrárias, quer por políticos que induzem a opinião pública como por exemplo, a crítica direta ao STF, isso quando a decisão no caso do mensalão não foi favorável aos desejos do governo e de seu partido. Mas pode-se dizer que não há violência no movimento contrário, mas há sim um massificação que leva a população a pensar de que houve perseguição dos mensaleiros. O governo democrata, muitas vezes é de dúbia posição, pois em determinadas ocasiões se alinha aos grandes déspotas da atualidade, casos do ex do Irã, dos irmãos Castro, do nossos vizinhos ,hoje Maduro antes Chaves, dos imbecís como Evo Morales que invadiu a Petrobrás na Bolívia e do Correa do Equador, mas critica os atos dos Estados Unidos isso como um comportamento para a plateia , mas, abaixa as calças quando convém. Então está muito correto o comentário que mostra que ambas as posições , Incoerência e conveniência, aliada a enganação que se faz ao povo.

  3. Miguel Orleryk

    Os “ditadores” daquela época já anteviam que os “PaTriotas” de então tinham a única intenção de implantar o comunismo em nosso País, daí alguns excessos (de ambos os lados) que foram bem explorados pelos vendilhões que hoje detém o poder e com atos escusos e desesperados querem fazer do Brasil uma republiqueta com um ditador eterno.
    Os meios e métodos da época eram os possíveis e disponíveis. Em determinado momento da história enfrentou-se uma verdadeira guerra contra o comunismo e o papel exercido pelas autoridades de então não podia ser diferente face a audácia dos guerrilheiros, hoje travestidis de petistas que se dizem ao lado do povo. Ledo engano! Quem viver, verá. Verá que Lula et caterva não tem intenção nenhuma na democracia.

  4. juca

    Boa Jamur. Enquanto pudermos falar nesse Governo que dizem ser democrata, mas são de fachada, pois quem é contra é inimigo e não adversário, vamso falar. Somente lebro que aos poucos os ditadores e ou os quase ditadores e os que estão querendo se perpetuar no poder, direta ou indiretamente, exercendo influência no governo, um dia morrem sejam de esquerda ou direita. O que resta é nós sabermos filtrar o legado que essa turma deixa. Vejam na Venezuela, o maluco do Hugo Chaves morreu e é idolatrado no país por uns poucos e muitos desses ainda forçados, pois o legado que o pais que tinha tudo para dar certo não tem nem papel higiênico. Assim é em outros do mesmo estilo cubano. No brasil a tendência do governo que aí está é se aliar ao bolivarismo chavista e o castrismo de Cuba, achando que são países onde tudo é bom. Uma pergunta se faz, porque que essa turma do PT , principalmente não vai morar em Cuba, na Venezuela ou mesmo na Bolívia. Claro que não preferem ficar nas praias do Rio de Janeiro e Nordeste. Então esses caras daqui que se dizem de esquerda, o são para os outros nunca com seu conforto, quem deve dividir suas terras são os outros. Vejam o que poucos se aperceberam, um sujeito como o Zé Dirceu vive hoje do que? Recebeu uma proposta que poucos executivos recebem para administrar um hotel. Que cara de pau e tapa na cara de nós brasileiros que possamos acreditar que é uma salário verdadeiro ou é para influências politicas ou ajuste de caixa na declaração de imposto de renda. Como vivem ou viveram os “democratas de esquerda até hoje aqui no Brasil, pelas suas intelectualidades? Oras bolas vão mentir e enganar o povo em outra freguesia. ” O tempo é o senhor da razão”. Vamos aguardar e ver quando e onde vai dar o estouro da frágil economia brasileira. Falo isso depois do pronunciamento do ministro Mantega, que disse que atualmente é preferível manter o emprego do que dotar os automóveis com itens de segurança, porqu o preço subirá, no ceito imbecil do Mantega, vale mais um emprego de metalúrgico do que uma vida perdida por falta de segurança nos automóveis, disso tudo há que se perguntar onde está a economia sustentável?

  5. sergio silvestre

    O ser humano nasce ,cresce idealista,cheios de sonhos e com a maioridade vira comunista.
    Na meia idade vai se libertando da esquerda radical e vai centralizando suas convicções.
    Quando perto da terceira idade,da uma guinada para a direita,começa frequentar a igreja com medo de ir para o inferno,fica fã dos ILUMINATI E OPHUS DEI.
    Começa falar em FIDEL,CHAVES,EVO,e ter um ódio danado de governos que gostam de pobres.
    E a medida que vai ficando mais velho ,vira essa bosta que comentou acima.

  6. juca

    Bosta é a tua mãe, isso em primeiro lugar, em segundo mais bosta é você que não sabe discutir e apela e daí tem o revide merecido. Você deve ser daqueles intelectuais frustrados que se embrenham junto com a chamada esquerda e vai em todas as manifestações desde que não sejam contra o teu partido. Não sei se você viveu na época da chamada ditadura ou se emprenhou de ouvir as estórias dos esquerdista de conveniência que são esses aí que vão enterrar o pais, e menos dia mais dia todos nó veremos e sentiremos as consequências dessa politica enganosa e que ao invés de buscar o aumento da renda com uma distribuição equilibrada , não, faz a politica de “Robin Hood”, tirando de quem tem , mas, se dessem para quem não tem ainda vá lá, mas não só tem papo como você seu cagão de meia tigela. Estude, se informe e depois venha falar de ideologia politica e não ouvir dizer e querer cagar regra .

  7. leandro

    Sinceramente não entendi nada do que um dos comentaristas fal. Num primeiro momento há uma direção em seu comentário e após já se inflama chamando outro de ” bosta”. Bem pelo sim ou pelo não acho que o cara estava sendo irônico no seu primeiro comentário, mas isso é achismo, o que tenho certeza é de que o sujeito é mesmo maluco e fica indignado quando alguém fala mal dos atos do governo quye está de plantão no poder. Mas devemos lembrar que o governo engana mesmo a população com sua retórica ideologista que chamam de esquerda mas na realidade é um loado do momento, como aoibe as manifestações com infiltrações como aconteceu em meados do ano, usando para isso o braço violento do partido e de outro lado, como e quando lhe convém combate a corrupção mas de seus opositores, mas não se manifesta no caso de seus “companheiros” usa o tal de Rui Falcão, mas as consideradas estrelas do partido nem ouviram falar do caso. Enquanto isso e enquanto ficamos discutindo, as ações governamentais como o desmonte da Petrobrás, não com a sua privatização, mas com a falta de investimentos, enterra a empresa numa crise duvidosa de que tenha resultados positivos. Influi diretamente no mercado de capitais com notícias que ao longo do tempo sobra para a população. Não apresenta nenhuma manifestação contrária ao pepino que o tal de Eike Batista cousou ao milhares, onde num pais sério o sujeito estaria preso e na China seria fuzilado. Claro que para alguns as ações governamentais são estranhas, se não vejamos, critíca o Obama quando faz espionagem, mas também ironiza ele quando protocolarmente aperta a mão do filhote do Fidel Castro, fala contra os chamados governos de direita e esquece que mesmo os paíse comunistas já mudaram o discurso,salvo aqueles que estão a mercê do mundo, critica as ações da ditadura que houve no Brasil, elogia Getúlio Vargas e esquece que ele ao implantar o estado novo foi ditador. Combate as manifestações contrárias ao seu governo e abriga um assassino italiano chamado Batistti no Brasil, mas manda imediatamente embora daqui os atletas cubanos, critíca as ações americanas no mundo e baixa as calças para o Evo Morales no caso da refinaria da Petrobrás naquele país e aó querem que acreditemos em suas ações . Então o senhor Silvestre me parce um tanto quanto incoerente em seus comentários.

  8. sergio silvestre

    Comentário com frases inéditas meu caro,um verdadeiro xerox do comentário do suposto ofendido.
    Não te desmereço não,tem blog que é pior com dezenas de comentários sempre falando do Evo ,Fidel etc.,parecendo bolero de Ravel,intermináveis pífios,abestalhados.
    Fiz sessenta anos ontem com as mesmas ideias de quando era colegial,sem perder meu tempo com picuinhas de governantes.
    Peço que leem o comentário do JUCA,e compare com o do Leandro.
    É a mesma lenga,sem criatividade nem para bater em mim

  9. juca

    Pô Cara sessenta anos e não aprendeu nada ainda? No teu penúltimo parágrafo há um erro no tempor do verbo. Creio que você quis dizer leiam e não leem. Mas isso acontece quando as pessoas ficam senis ou burros como você é!!!!!

  10. leandro

    OH ! Sergio, Leandro é Leandro Juca é Juca, mas se você tem o comportamento dúbio, de dia é Sergio Silvestre e a noite se transforma em Adalgisa não leve esse trauma para os outros coma dupla personalidade tá bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>