7:14O tapetão vem aí

O Clube Atlético Paranaense perdeu o mando de campo na Vila Capanema por causa de briga entre as próprias torcidas organizadas. Agora, uma delas, a Fanáticos, foi a Joinville e alguns dos seus integrantes protagonizaram as cenas que o mundo inteiro viu e se horrorizou ontem. Em campo o time fechou o ano com uma goleada sobre o Vasco, ficou em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro e conquistou o direito de disputar a Taça Libertadores. Pelo menos por enquanto. Se o time carioca entrar na Justiça por causa do tumulto que paralisou a partida por uma hora, o que deve fazer, e a Justiça Desportiva resolver dar o exemplo ferrando o time paranaense, quem sabe assim por aqui se comece a fazer algo para excluir dos estádios estes marginais desmiolados.

5 ideias sobre “O tapetão vem aí

  1. Franco

    Dois cariocas rebaixados…
    Tumulto…
    STJD.
    ingredientes para uma preocupação enorme para os atléticanos…
    Se as coisas correrem “bem”, serão 10 perdas de mando de campo…
    Se as coisas correrem mal….Perda de pontos?
    Parabéns à torcida organizada…

  2. Vinhoski

    Existe dois tipos de futebol europeu:

    Um antes e outro depois do episódio em Heysel Stadium. Acho que não será esta Copa que fará esta mudança, mas sim quando existir corpos espalhados no traçado do cal no gramado…

    … num país sério, aquela partida não deveria ter continuação após aquela selvageria.

  3. Raphael Junqueira

    Que comentário mais idiota este!!!
    Que ilação mais descabida esta!!!
    Não tem nada que coloque o Atlético em risco, além da perda de mandos de jogos, é claro.
    neste campenotato, já está tudo decidido; não tem perda de pontos, não tem rebaixamento0, não tem nada!!
    parem de incitação, coxas BRANCAS!!!!

  4. jofre (atleticano) silva

    o tapetão já foi anunciado na Linha de Passe neste momento- amanhã o Vasco pede a perda de pontos do atlético, e parece que o recurso já foi acolhido pelo STJD e tem o Eurico Miranda por traz. O juiz não poderia reiniciar a partida após 60 minutos de paralização, além da insegurança proporcionada pelo mandante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>