10:35Lá como cá

Do correspondente na Tríplice Fronteira:

O currículo da Escolinha da Tia Dilma está sendo seguido “ipsis literis” pela sua discípula Gleisi Hoffmann. Enquanto a “professora”  doa ministérios a partidos notórios para alianças nas eleições de 2014, inclusive aqueles detonados quando se imaginou que ela era uma faxineira, Gleisi empurrou goela abaixo de Jorge Samek, diretor brasileiro de Itaipu, o novo conselheiro da binacional: Orlando Pessuti. O cala boca para aderir à campanha de Gleisi, em 2104, custará aos nossos bolsos que pagam a energia de Itaipu, uns R$ 25 mil mensais para uma reunião a cada três meses, num conselho onde só um entende mesmo de energia: o ex-presidente da Eletrobrás, Luiz Pinguelli. Ainda fazem parte do Conselho e das benesses o pedetista Alceu de Deus Collares e o também notório João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT e envolvido em trambiques numa cooperativa habitacional de São Paulo, que pode levá-lo para o xilindró. God save the Paraná’river! Pessuti já está a salvo. E não adianta João Feio, seu fiel escudeiro, se coçar. Conselheiro de Itaipu não tem gabinete nem assessor – mas pode exigir uma boquinha.

4 ideias sobre “Lá como cá

  1. Didi Mocó

    Até que enfim em Perssuti, arrumou um banquinho próspero. Zé ele entende pra caramba de energia elétrica, liga e desliga interruptor como ninguém!!!!

  2. E a coisa está indo

    MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA
    DECRETOS DE 1o -DE ABRIL DE 2013
    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, de acordo com o disposto na Nota Diplomática no 439, de 20 de dezembro de 1993, do
    Governo brasileiro ao Governo paraguaio, e o estabelecido no art. 8o, alínea “a”, e art. 11o , §§ 1o e 2o do Estatuto da ITAIPU Binacional, anexo ao Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países, desde e inclusive o Salto Grande de Sete Quedas ou Salto de Guaíra até a foz do Rio Iguaçu (Tratado de Itaipu), celebrado em 26 de abril de 1973, promulgado pelo Decreto no 72.707, de 28 de agosto de 1973, resolve

    EXONERAR
    CELSO LUIZ NUNES AMORIM da função de Conselheiro da ITAIPU Binacional.
    Brasília, 1º de abril de 2013; 192o da Independência e 125o
    da República.
    DILMA ROUSSEFF
    Edison Lobão

    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, de acordo com o disposto na Nota Diplomática no 439, de 20 de dezembro de 1993, do Governo brasileiro ao Governo paraguaio, e o estabelecido no art. 8o, alínea “a”, e art. 11o , §§ 1o e 2o do Estatuto da ITAIPU Binacional, anexo ao Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países, desde e inclusive o Salto Grande de Sete Quedas ou Salto de Guaíra até a foz do Rio Iguaçu (Tratado de Itaipu), celebrado em 26 de abril de 1973, promulgado pelo Decreto no 72.707, de 28 de agosto de 1973, resolve

    NOMEAR

    ORLANDO PESSUTI, para exercer a função de Conselheiro da ITAIPU Binacional, até 16 de maio de 2016.
    Brasília, 1º de abril de 2013; 192o da Independência e 125o
    da República.
    DILMA ROUSSEFF
    Edison Lobão

    http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?jornal=2&pagina=1&data=02/04/2013

  3. Π π 3.14159265359

    O rolar das ondas numa praia, o trajeto aparente diário das estrelas no céu terrestre, o espalhamento de uma colônia de cogumelos, o movimento das engrenagens e rolamentos, a propagação dos campos eletromagnéticos e um sem número de fenômenos e objetos, do mundo natural e da Matemática, estão associados às idéias de simetria circular e esférica. Ora, o estudo e uso de círculos e esferas, de um modo quase que inexorável, acaba produzindo o PI. Daí a ubiquidade desse número. Ele é uma das constantes universais da Matemática.
    É importante chamarmos a atenção para o fato que também são frequentes as ocorrências do PI em estudos onde aparentemente, principalmente para uma pessoa de pouca formação matemática, não estariam envolvidas simetrias circulares: na normalização da distribuição normal de probabilidades, na distribuição assintótica dos números primos, na construção de números primos próximos a inteiros dados ( na chamada constante de Ramanujan ), e mil e uma outras situações.

    Dada a minha primeira aparição nesse “tabernáculo” de cultura. comento a nota acima; “a inveja é uma m…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>