10:50Lula entra no quintal de Gleisi

Do site Brasil 247

Lula entra em cena para conter sindicalistas

Apesar de negar que pode voltar à disputa pela presidência da República em 2014, o ex-presidente Lula continua influente no governo federal e, em alguns casos, chega a ser decisivo. É o caso dos trabalhadores, meio onde há consenso de que havia mais diálogo com o setor na gestão do antecessor do que na atual, de Dilma Rousseff. O último embate entre as duas partes é a MP dos Portos, que trará grandes mudanças no setor sob protesto dos trabalhadores e que Lula passa agora a tentar intervir para ajudar as centrais sindicais.
Em reunião com as maiores entidades trabalhistas em São Paulo, Lula afirmou aos presidentes da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Wagner Freitas, e da Força Sindical, o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), que conhece de perto as dificuldades dos estivadores. O ex-presidente afirmou também que não pode permitir que o governo retire seus direitos e prometeu às centrais que irá intervir na briga pra mediar um acordo.
O ex-presidente criticou ainda a atuação da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que vem mediando o assunto entre governo e o setor trabalhista. Segundo o petista, a ministra tem enfrentado problemas na condução da medida provisória e conhece pouco do assunto. Lula prometeu ser o intermediador de um acordo que não traga prejuízos ao setor trabalhista, cujos protestos apontam para uma situação pior nas contratações de operários nos portos brasileiros.
Lula pedirá a atenção de Dilma para a marcha a Brasília, agendada pelos sindicatos para o próximo dia 6 e que deve ser o maior protesto do setor contra a MP. Na segunda-feira passada, os trabalhadores fizeram uma paralisação de seis horas em 36 portos de 12 estados. Outra greve estava marcada para esta terça-feira 26, mas foi suspensa após um acordo com o governo.
Críticas à MP
A MP que trata da modernização dos portos brasileiros tem sido muito criticada pelos sindicalistas. Quando se reuniram com a ministra Gleisi Hoffmann, representantes de trabalhadores do setor pediram ao governo federal mais discussão sobre as mudanças introduzidas pela medida provisória, entre elas a concessão de terminais para a iniciativa privada e a forma na contratação de empregados. Os sindicatos afirmam que haverá um grande prejuízo para a classe trabalhadora e para o comércio do País

4 ideias sobre “Lula entra no quintal de Gleisi

  1. Parreiras Rodrigues

    Dona Gleisi, meninota lá dos seus 40, olha lá, não sabe mesmo nadica de nadica da “política” portuária. Mas, um ex-presidente, seu companheiro, publicar essa deficiência, perdoável, aceitável até, é, no mínimo, uma deselegância.
    Um puxão de orelhas da superior direta – uma rotina, aliás. é uma coisa, mas de alguém que lhe deve até mesuras pela fidelidade, é um convite para reflexão sobre o tema: QUE MINISTRA SOU EU?

  2. CHICO 1

    Comenta-se por aí que deve estar rolando, com certeza, algum stress no partido… Gleisi, por acaso, não esteve num evento do filho de ZéDirceu recentemente… Dilma – sabe-se – não suporta ZéDirceu… Que, por sua vez, não suporta Suplicy…Que, por sua vez… Tsk, tsk, tsk… A História dirá!!!

  3. Elton

    Alas dissidentes meus caros. Assim como também tem alas dissidentes no PSDB e as três do PMDB… Achar que o PT, com todo seu poder, ha tantos anos no poder, é um bloco hegemônico que reza a cartilha do Lula, do Zé Dirceu e do Palocci é um tanto quanto ingênuo. Os partidos degeneram e sofrem mutações depois de conquistar o poder, daí começam a surgir atritos internos pelo poder. O CHICO sabe o que está falando, mas tem gente que não sabe o que fala ou se faz de bobo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>