9:13E o mais importante é…

De um amigo do blog:

Yoani Sanchéz não tem importância. Cuba não tem importância. O Brasil não tem importância. E aí ficam os três desimportantes discutindo quem é mais importante. Enquanto isso o mundo estava preocupado com quem iria ganhar o Oscar de melhor filme. Deu Argo.

4 ideias sobre “E o mais importante é…

  1. Parreiras Rodrigues

    De outro amigo do blog. Eu.
    Mais uma do largadoemguarapari:

    Em Havana, o menino chega em casa com fome, diz prá mãe que tá com fome. Não temos nada prá comer, responde a mãe. Nem papagaio com arroz, pergunta o guri olhando pro louro no puleiro. Não temos arroz. E papagaio assado? Não temos gás. E papagaio na churrasqueira elétrica. Não temos luz. E frito. Não temos óleo.
    E o papagaio: Viva Fídel! Viva Fídel!

  2. Mr. Walker Bush

    Picareta!!!!

    Nenhuma criança passa fome em Cuba

    A UNICEF e a FAO confirmam: Cuba é o único país da América Latina em que não há nenhuma criança passando fome.

    Quem vive no Brasil e se informa utilizando somenta a velha imprensa burguesa acredita que Cuba é uma ilha isolada onde um ditador comunista manda e desmanda.

    Acontece que antes da revolução cubana essa ilha do caribe era governada por um ditador (Fugêncio Batista) que possuía apoio dos EUA. Nessa época ela era um verdadeiro bordel no meio do caribe onde homens ricos iam passar o tempo livre se esbaldando nos bordéis da ilha.

    Hoje, mesmo após décadas do bloqueio comercial imposto pelos EUA, esse país é um exemplo em índices de qualidade de vida, superando em alguns quesitos muitas nações capitalistas de ponta (países industrializados) e dando um banho nas nações capitalistas de periferia (BRasil, Haiti etc.).

    Então, quando ouvir falar mal de Cuba, verifique a fonte.

    A notícia acima ainda mostra alguns outros dados interessantes. Por exemplo: 13 bilhões de dólares por ano seriam suficientes para alimentar a população desnutrida do terceiro mundo (é claro que os dólares em si não alimentam ninguém, mas os recursos poderiam ser destinados à produção de alimentos) enquanto só nos EUA são gastos 8 bilhões de dólares por ano com COSMÉTICOS. Sem falar nos gastos mundiais e anuais com publicidade que chegam a UM TRILHÃO de dólares e com narcóticos que são aproximadamente 400 bilhões de dólares.

    Outra fonte: http://www.bbc.co.uk/mundo/cultura_sociedad/2010/01/100126_1823_unicef_cuba_gz.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>