11:29MP confirma participação em reunião pública sobre a tarifa de 2013

Da assessoria de imprensa da URBS:

A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Curitiba confirmou nesta quarta-feira (20) a participação na reunião que será promovida pela Urbs nesta sexta-feira (22) para debater com a comunidade a tarifa do transporte coletivo de 2013. Para acompanhar a reunião foi designada a promotora Cristina Ruaro.

“A participação da Promotoria do Consumidor é extremamente importante, uma vez que qualquer aumento do gasto com pessoal vai impactar diretamente no valor da tarifa”, afirma o promotor de Justiça Maximiliano Ribeiro Deliberador, lembrando que os gastos com pessoal têm um peso muito grande na tarifa.

Esta é a primeira vez que a Promotoria de Defesa do Consumidor participa das negociações dos salários de motoristas e cobradores. Convidado peelo presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Junior, Maximiliano Deliberador garantiu de imediato o envolvimento da Promotoria nas negociações em curso.

A Audiência pública sobre a tarifa do transporte coletivo também é uma iniciativa inédita na Urbs. O objetivo é compartilhar com a sociedade o processo de negociação para definição da nova tarifa e permitir que empregados e empregadores do sistema de transporte coletivo apresentem suas reivindicações e argumentos em reunião aberta a toda sociedade.

A reunião vai acontecer a partir das 14h no auditório do Mercado de Orgânicos, no Mercado Municipal e deverá contar com a presença dos sindicatos das empresas operadoras do transporte coletivo (Setransp); motoristas e cobradores (Sindimoc) e dos empregados dos setores de administração e manutenção das empresas de ônibus (Sindeesmat).

A audiência é aberta a qualquer interessado. Além dos sindicatos diretamente envolvidos na negociação dos salários dos operadores e da tarifa do transporte coletivo, também foram encaminhados convites a quase 50 entidades representativas da sociedade, entre elas Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR), Federação do Comércio, Associação Comercial, Força Sindical; Central Única dos Trabalhadores no Paraná (CUT), Instituto de Engenharia, União Geral dos Trabalhadores, Federação das Indústrias, Ipardes, Comec; e conselhos Regionais de Engenharia (CREA) e Economia (Corecon), Tribunal de Contas, universidades públicas e particulares e a Associação de Usuários do Transporte Coletivo além de vereadores, deputados e secretários municipais e estaduais.

Nas negociações deste ano a Urbs assumiu o papel de mediadora no processo de negociação dos salários que têm impacto direto na tarifa. Na reunião, cada sindicato envolvido nas negociações terá 15 minutos para apresentar seus argumentos e propostas. Na sequência será aberto prazo para perguntas e considerações da comunidade e seus representantes.

Defesa do Consumidor – Em nota divulgada na semana passada o Ministério Público do Paraná considerou necessária sua participação nas negociações levando em conta o peso dos salários dos operadores na tarifa, o pedido de 30% de reajuste salarial e o fato de que o INPC do período foi de 6,63%. “Considerando, portanto, a necessidade de que os consumidores do sistema público de transporte coletivo sejam melhor representados, a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Curitiba, em comum acordo com a URBS, passará a integrar, a partir da próxima semana, as negociações já iniciadas “, afirma a nota.

Uma ideia sobre “MP confirma participação em reunião pública sobre a tarifa de 2013

  1. marcelo santana

    FAZER REUNIÃO AS 14:00 HORAS E´PRA TRABALHADOR NÃO IR, A REUNIÃO DEVERIA COMEÇAR AS 19:00 PARA QUE A MASSA OPERÁRIA PUDESSE OPINAR. REUNIÃO AS 14:00 NÃO DÁ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>