7:55Ex-prefeito Saul Raiz leva dois tiros em tentativa de assalto

Do Facebook do jornalista Jaime Lechinski, auditor do Tribunal do Contas do Paraná:

O ex-prefeito Saul Raiz foi levou dois tiros em tentativa de assalto por volta das 17 horas deste sábado. Está na UTI do Hospital Evangélico, e não corre risco de vida, informam os médicos. Aos 83 anos, o engenheiro Saul Raiz exibe uma vitalidade de fazer inveja a muitos jovens: executivo, trabalha o dia todo, viaja muito e ainda joga tenis. Mesmo ferido, dirigiu até o hospital. Saul foi prefeito de Curitiba de 1 975 a 1 979. Já tinha sido da Prefeitura (junto com o também engenheiro Afonso Camargo, foi responsável pelas obras do Mercado Municipal ) e do DER. Em 82, foi candidato a governador, derrotado por José Richa.

6 ideias sobre “Ex-prefeito Saul Raiz leva dois tiros em tentativa de assalto

  1. Zangado

    Está muito fácil e muito tranquilo para a vagabundagem com o sistema atual, a politicagem só tratando de suas conjuminâncias personalíssimas e a população assistindo insossa a toda essa dominância do espaço urbano pela criminalidade.

    A sociedade está muito passiva com esse quadro e não é possível impedir que haja reação de uma pessoa de bem.

    Outro dia uma reportagem localizou no Parolin um centro da cracolândia em Curitiba, lá os infelizes dependentes encontram seu inferno em pequenas pedrinhas brilhantes, lá está porque os traficantes os abastecem até o último fio de vida e continuam estão livres, leves e soltos para lucrar com a morte e a desumanização …

  2. Peter Badarthes

    Sociólogos atribuíam às diferenças financeiras, a causa principal da criminalidade.
    O governo lulopetista gaba-se e disso se aproveita eleitoralmente de ter tirado milhares de famílias da faixa da pobreza, quase que deitando por terra a conclusão dos estudiosos do comportamento humano.
    O agente agora é outro. O narcotráfico.
    Oitenta por cento dos B.Os dizem isso.
    Muitos criticam a área da segurança pública em nosso Estado, esquecendo-se que ele é a porta de entrada de drogas e armas para o Brasil todo – a primeira escala é aqui, lógico.
    Nas pontes que nos ligam ao Paraguai, Mato Grosso do Sul, principalmente as de Guaira e Icaraima (Airton Sena e Magalhães Junior), as balsas que atravessam para Navirai passando por Querência e Nova Andradina passando pelo Porto São José, escancaradas.
    Tem gente levando…
    Quando se lê alguma apreensão, se esclarece que foi devido à denúncia anônima e “o piloto fugiu”.
    Tem gente levando.
    Eu, hein?

  3. flavio prospero

    só tem uma forma de “tentar eliminar” a droga no Brasil – bloqueio das fronteiras – tirar o exército dos quartéis e colocá-los em pontos estratégicos inibindo nosso “irmãos fronteiriços” a traficar. Não tem como esperar diminuir a criminalidade com as fronteiras “abertas” – e os estados fronteiriços ficando à mercê dos malacos…………

  4. Reimann

    Duas vergonhas: A primeira a falta de seurança que cresce dia a dia. Se investe tanto em coisas inuteis, em propaganda e deixam o policiamento ostensivo de lado e sem condições para atender a população, há muita propaganda e pouco resultado, isto não é só aqui não é no pais.
    Felezmente o Saul está bem.
    Outra vergonha foi a atitude mediocre do hospital São Vicente em negar atendimento. A Fehospar deve se manifestar qiuanhto a ewste comportamento. Também o ou os médicos que deveriam estar de plantão, não atender3em ou pelomenos tomar as providências de encaminhar o ferido ao local apropriado e deixar que o manobrista do estacionamento assim fizesse, foi uma vergonha e aí cabe uma explicação da Associação Mádica, popis creio que tant do comportamento do hospital, como dos médicos alí trabaçhando hpouve no mínimo descaso eisso assuta pois outros casos acontecem que nós não fiamos nem sabendo. Será que nem ligar para om 193 o plant~]ao dos hospital poderia fazer, omissão de socorro é crime. Onde está o tal jutaremnot de Hipócrates, será que que hgiócrita, mercenário, o depósito hospitalar e o plano de saúde são mais importantes que umam vida? É bom a gente nem pensar nisso mas que a coisa fica no ar fica.

  5. Pitaco

    O evangélico recusa pacientes por falta de repasse da prefeitura d Gustavo Fruet, mas pra paciente d grife ela atende, se promove, não faz corpo mole nem greve! Q beleza!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>