21:45Os jacu-boys e o pedido de socorro dos veranistas

Do enviado especial:

As policias hoje fazem blitz para tudo, mas não socorrem os pobres veranistas que padecem com a praga dos famigerados jacu-boys .
No domingo de carnaval centenas de veículos circulavam nas praias até de madrugada com carros e caminhonetes com o som muito, muito acima dos 80 decibéis tidos como limite legal e para a saúde dos ouvidos.
O artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa, perda de pontos e retenção do veículo. Já a resolução 204 /2006 do Conatran proíbe até mesmo a instalação da chamada tunagem, o equipamento de som voltado para o público externo sem licença das autoridades. Ou seja, é proibido circular com cornetas e caixas de som na caçamba de veículos de carga ou mistos.
Na realidade, seria simples acabar com o inferno dos veranistas, bastaria parar as caminhonetes com som na carroceria  e porta malas nos postos fiscais e apreender os equipamentos ilegais, retendo o veículo e aplicar multa ou abordá-las em trânsito.
É muito fácil identificar as caminhonetes com som ilegal, mas não há interesse policial.
Nada disso acontece, o som alto segue mais liberado do que nunca, e tentar ligar para o 190 é inútil, não há atendimento por polícia alguma, civil, militar ou guarda municipal – simplesmente não comparecem cometendo prevaricação ante um ato ilegal.
Até a propaganda do governo na televisão mostra um veículo totalmente ilegal com várias cornetas contrariando a resolução 204 do Conatran  sendo examinado e liberado com um sorriso de aprovação do fiscal. A propaganda deveria mostrar o veículo sendo apreendido e o motorista multado e autuado no Juizado Especial – não sendo liberado.
Falta uma postura pró-ativa das polícias e uma fiscalização externa do Ministério Público, outro ausente,para verificar quantas chamadas com pedidos de providências foram recebidas  e solucionadas e quantas deixaram de ser atendidas.
O resultado das estatísticas, se forem as reais,surpreenderá .
Quem sabe na outra temporada tenhamos policiamento eficiente nesse aspecto. Nessa, não houve.

2 ideias sobre “Os jacu-boys e o pedido de socorro dos veranistas

  1. indignado

    Por causa destes jacus boys desisti da minha casa em Guaratuba. Do nosso Litoral quero distância, tem um povinho que nem comentário meu merece, isto sem falar da falta total de competência das “otoridades locais”, estas são impagáveis. Então o nosso Litoral só tem o que merece, gente medíocre recepcionando jacus boys. ACarlos

  2. Marlene

    Infelizmente as autoridades se omitem totalmente, houve época em que o Desembargador Patitucci comandou a Operação Verão , reuniu Delegados, Oficiais,Promotores e Juízes e mandou cumprir a lei , carros com som alto eram apreendidos e multados , foram mais de quinhentas autuações em uma temporada, nesta as autoridades práticamente incentivaram o som alto e os jacuboys tudo por omissão e conivencia, assim vão acabar com as praias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>