15:16Para mudar uma triste realidade

Do Facebook de Gilmar Yared

A defesa de Carli Filho no processo acusa meu filho de irresponsável, de ter provocado a tragédia por ter entrado na preferencial que era do ex-deputado.
Então pergunto: por que não provam que estão certos no Júri? Por que querem suspendê-lo?
Esta luta é de toda a sociedade não apenas nossa. Desde a morte de meu filho e de seu amigo, morreram no trânsito mais de 180 mil pessoas. Se não colocarmos também assassinos de trânsito na prisão, até 2020 cada família terá perdido um ente querido. Poderíamos ter ficado em casa chorando e lamentando, morrendo aos poucos, mas não. Resolvemos lutar para mudar esta triste realidade. Infelizmente a mairoria não liga para tragédias de trânsito, o motivo acredito seja por serem acontecimentos isolados. Acredite, todas as mortes no trânsito poderiam ter sido evitadas, portanto não são acidentes e tão pouco fatalidades. Dirigir embriagado responde por mais da metade das mortes, rachas, excesso de velocidade, uso de telefones celulares, enfim desrespeito as leis. Nunca a Justiça se preocupou tanto como agora.
A família é o maior plano de Deus à humanidade.
Em época de paz os filhos enterram seus pais, em época de guerra, os pais enterram seus filhos.
Vivemos uma guerra que mata mais de 50 mil pessoas em ruas e estradas no Brasil.

9 ideias sobre “Para mudar uma triste realidade

  1. ricardo crovador

    As vitimas do Carli sao culpadas, os bombeiros são culpados pela tragédia em Santa Maria, os fiscais são culpados pela nojeira na cozinha do restaurante Curytiba… Acho que os advogados estão ao tirando onda da cara do cidadão brasileiro…

  2. J.K.Lott

    Este advogado não dirige, nem conhece as leis da física, tá perdido, completamente perdido. Ah! as vítimas não estavam em Interlagos ou Indianápolis .

  3. parana neto

    ….CARLI FILHO VOAVA…..O CARRO DOS MORTOS ESTAVA
    A PELO MENOS 60 METROS DA ESQUINA…..DECOLOU EM SEGUIDA PASSOU POR CIMA DO HONDA FIT….ATÉ QUANDO VAMOS REPETIR ISTO….VAMOS AO JURI….SE APELAREM …
    COM ESTE ARGUMENTO SÓ AUMENTAM O ÓDIO E A SEDE DE JUSTIÇA DA POPULAÇÃO E DOS JURADOS……AGORA …….
    ESPERO QUEESTE JURI ACONTEÇA….COM OU SEM O RÉU…
    ELE DISSE A AMIGOS A DOIS AOS ATRÁS QUE ESTAVA PRONTO PARA FUGIR PARA PARIS….!!!!!PLANO B……
    PN.

  4. CHC

    Todo apoio para a verdade dos fatos ! O júri decidirá a melhor e mais justa medida para os fatos !!!! Que a justiça seja feita !!!!!

  5. Gregório de Mattos

    A tática é antiga. Os nazistas culparam todos pelo holocausto: os judeus, os eslavos, os latinos, os ciganos, os intelectuais, os comunistas, as sub-raças… Resumindo, coisa de covardes. Para dizer o mínimo.

  6. indignado

    Prezado Gimar, se a pretensão da inocência do assassino do teu filho e do amigo dele é esta, então ele está perdido. Não sei se o advogado de vocês perguntou como é que funcionavam os semáforos naquela noite fatídica, se estavam ou não na luz intermintente, ou seja, amarela. Moro bem próximo do local tragédia, e todas às vezes que cruzei aquele lugar depois da meia-noite o sinal sempre estava na luz amarela intermitente, ou seja, não há preferencial para ninguém. Como o ex-deputado e réu no presente caso nem dirigia uma ambulância ou uma viatura de polícia com a sirene ligada, ele nunca poderia ter “furado” o sinal sem antes parar, ou pelo menos diminuir a velocidade. Tive uma discussão com um pretenso defensor do advogado do réu quanto a luz amarela intermitente. Este cidadão não se deu ao trabalho de consultar o CTB, que é bem claro neste ponto. Então, sem me permitir é claro, sugiro que leia o CTB no tocante a este ponto, aí verá que tentar jogar nas costas dos assassinados a culpa pelo acontecido, não é só de muito mau-gosto, é sim de muita má-fé e rematada ignorância. ACarlos

  7. Elton

    Barata,
    Também acredito que não vai acontecer nada com o Carli Filho assim como não aconteceu nada com os responsáveis pelas imagens dos radares que sumiram para preservar o integrante do outro carro que disputava o racha com o deputado.
    Sem essas imagens e sem as velocidades registradas pelo radar que poderiam comprovar a velocidade exata do carro do deputado…
    O advogado traçou uma estratégia que, ética e moral a parte, é legal. Mas como bem disse o colega CHC acima: “Todo apoio para a verdade dos fatos ! O júri decidirá a melhor e mais justa medida para os fatos !!!! Que a justiça seja feita !!!!!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>