19:11Homicídios dolosos caem 12,85% em Curitiba

Da Agência Estadual de Notícias:

O índice de homicídios dolosos caiu 12,85% em Curitiba, em 2012 na comparação com o ano anterior. Foram 88 assassinatos a menos, passando de 685 em 2011 para 597. A tendência de queda também se repetiu na região metropolitana da capital, onde a diminuição foi de 7,11%, de 858 para 797.

Os dados de homicídios são do Relatório de Crimes Relativos à Morte, relativo a 2012, divulgado nesta quinta-feira (31/01) pela Secretaria da Segurança Pública. “O relatório demonstra que o esforço aplicado na área da segurança pública teve resultados práticos”, disse Vasques.

Para o secretário, os números apresentados demonstram que o esforço aplicado na área da segurança pública teve resultados práticos. “A redução de homicídios em Curitiba e região é expressiva e consolidada”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques. Para ele, os números da Região Metropolitana de Curitiba ganham ainda mais relevância em função de concentrar metade dos crimes cometidos no Paraná.

“Podemos e vamos avançar muito mais. Mas os dados mostram que estamos no caminho certo no combate ao crime”, disse Vasques. Segundo ele, com as Unidades Paraná Seguro (UPS) chegando ao interior e o aumento substancial dos efetivos das polícias a expectativa é que a queda expressiva verificada na capital se repita em todas as regiões do Estado.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Roberson Luiz Bondaruk, atribui a queda número de homicídios à integração da PM com a Polícia Civil e outras forças de segurança. “Principalmente com as UPS temos agido em áreas que apresentavam grandes índices de homicídios e, com isso, conseguimos reduzir muito os crimes nestas regiões”, exemplifica.

De acordo com ele, a identificação de áreas com altos índices de criminalidades e mortes violentas fez com que os municípios de Londrina e Cascavel também recebessem Unidades Paraná Seguro (UPS). “Assim como ocorreu na capital, vamos fazer um esforço concentrado para a redução da violência no Interior do Paraná”, afirmou.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius da Costa Michelotto, a redução dos índices de homicídios se deve ao reforço dos efetivos das polícias. “Qualificamos o nosso quadro com bons delegados e reforçamos os efetivos das unidades que atendem áreas com maior índice de violência. O reflexo foi rápido. Mas queremos resultados melhores”, avalia.

ESTADO – Em todo o Estado a taxa de homicídios se manteve estável. Foram 3.135 casos em 2012 e 3.085 no ano anterior. “Nas regiões em que houve aumento no número de mortes, estamos acompanhando a situação para buscar soluções que revertam esses índices”, afirma Cid Vasques.

Outras reduções importantes no número de homicídios ocorreram nas Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) de Ponta Grossa (-4,81%), Guarapuava (-7,41%), Umuarama (-27,87%), Apucarana (-27,08%), Rolândia (-16,67%), Cornélio Procópio (-25,53%) e Jacarezinho (-20,59%). Cada área abrange determinado número de cidades.

As áreas de Londrina e de Cascavel apresentaram aumento nos registros de homicídio. Na primeira, os números passaram de 127, em 2011, para 176 em 2012. Na região de Cascavel, o acréscimo foi de 186 para 202. “Vamos intensificar as ações de segurança pública nessas regiões”, reforça o comandante da Polícia Militar.

OUTROS – Na variação percentual 2012/2011, os crimes contra a pessoa (como ameaça, injúria, difamação e calúnia), apresentaram acréscimo de 5,21%. Os crimes contra o patrimônio (furto, roubo e extorsão, entre outros), com 1,10% a mais.

O registro de furtos demonstra uma estabilidade, com 151.696 ocorrências em 2012 e 151.589 em 2011. O mesmo ocorreu com os roubos consumados (56.778 em 2012 e 56.797 no ano anterior).

RELATÓRIO – Os relatórios estatísticos com informações sobre a criminalidade no Estado são divulgados trimestralmente pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública, mantendo o compromisso com a democratização e transparência da informação. Os dados são colhidos a partir do Boletim de Ocorrências Unificado (BOU).

No Relatório de Crimes Relativos à Morte há informações sobre homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte. Todos os crimes de morte são coletados a partir do número de vítimas constantes nos inquéritos policiais, não apenas no número de eventos.

No aperfeiçoamento para a divulgação dos dados, a novidade deste relatório é a consolidação de dados relativos aos crimes mais cometidos, divididos pelos municípios da Região Metropolitana de Curitiba que apresentam maior volume dessas ocorrências.

A íntegra dos relatórios está disponível pelo site oficial da Secretaria da Segurança Pública, por meio dos links: www.seguranca.pr.gov.br/arquivos/File/RelatorioRelativoMorte2012.pdfwww.seguranca.pr.gov.br/arquivos/File/RELATORIOANUAL2012_SESP.pdf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>