7:10A VIDA COMO ELA É

Margarita Wasserman

Foto e texto de Maringas Maciel

Na fila do caixa da confeitaria, enquanto a filha pagava a conta, ela virou-se para trás e me confidenciou:

- Aqui está cheio de delícias, mas minha filha não deixa eu comer. Tenho problema na vesícula, mas a cabeça está ótima. O Dalton Trevisan, meu amigo, fica abismado com a minha memória. Ele sempre diz: “Margarita, como você consegue lembrar de tudo isso?” Eu tenho 82 anos, vim para cá com 2 anos de idade e não esqueço nada; sou a memória de Curitiba. Sou escritora; tenho 14 livros publicados e outros tantos ainda para publicar. Tenho 2 bisnetos grandes e estou virando uma criança de novo.
Pedi para fazer uma foto e ela, simpática, me atendeu. Depois, na despedida, me beijou e disse:
- Mais um beijo pra minha coleção!
Segui meu caminho pensando: como é bom caminhar pelas ruas e encontrar pessoas.

2 ideias sobre “A VIDA COMO ELA É

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>