13:41Água de Itaipu seca torneiras de Foz do Iguaçu

Do correspondente na Tríplice Fronteira:

Nunca antes na história da Usina de Itaipu foi atingido o recorde de produção de energia, alcançado na quarta feira com mais de 94 milhões de MWh. Também nunca antes na história da binacional as 20 máquinas (turbinas) estiveram em ação, porque sempre há duas em manutenção. Como a água anda curta na bacia do Paraná, com sérios riscos de a presidente Dilma Rousseff conhecer neste final de ano um novo apagão – que seria o sétimo nos últimos meses, é estranhável a medida.

É possível que o Operador do Sistema (ONS) tenha mandado Itaipu girar à toda, porque os outros reservatórios estão no mico. Também é mais possível que as 20 turbinas foram acionadas para alcançar a meta de 100 milhões de MWh no dia 31. Mas aí o mico sobrou aos habitantes de Foz do Iguaçu que ficaram sem água. Girar 20 turbinas é consumir muito mais água e o abastecimento do precioso líquido de Foz tem 70% vindo do lago da hidrelétrica. As bombas começaram a sugar lama e um grupo de políticos do contra pede que o Ministério Público Federal investigue direito a crise de água provocada pelo recorde de energia, porque a Lei impõe que o uso prioritário dos recursos hídricos é o consumo humano e de animais.

Lei 9.433, de 08 de janeiro de 1997

Art. 1º A Política Nacional de Recursos Hídricos baseia-se nos seguintes fundamentos:

III – em situações de escassez, o uso prioritário dos recursos hídricos é o consumo humano e a dessedentação de animais;

12 ideias sobre “Água de Itaipu seca torneiras de Foz do Iguaçu

  1. Colombo

    O sonho do diretor de itaipu, o agronomo Samek, que acumula as funções de diretor técnico(?), é bater record. Vaidade das vaidades, tudo é vaidade…..

  2. Boca do Inferno

    Desculpe Zé, mas o autor deste post está de má fé, ou é, no mínimo, um grande idiota. Nenhuma única gota dos mais de 11 milhões de litros de água que passam a cada segundo pelas turbinas da ITAIPU fica na usina. A água gira as turbinas e segue seu rumo. Além disso, uma parte significativa da captação de água em Foz do Iguaçú é feita a jusante da usina e também no rio Iguaçu. Embora o reservatório esteja operando abaixo do seu nível normal, em momento algum isso afeta o abastecimento de água da cidade.
    Quanto a recorde de produção de energia recém batido, esclareço que o mesmo se deve à demanda de energia, sem a qual a usina não pode produzir. Portanto, não é fruto de vaidade de quem quer que seja, mas sim da capacidade dos empregados da usina e da tecnologia dos seus equipamentos.

  3. zebeto

    ok, aguardemos a manifestação do correspondente. mas, aproveitando, pergunto: “quem” é que esclarece? abraço. saúde.

  4. SFU

    Há um pouco de realidade, tanto na nota do colunista, quanto no comentário postado pelo leitor. Independentemente dos detalhes de ambos os textos, o importante é saber que a responsável pelo abastecimento de água para a cidade de Foz do Iguaçu é a SANEPAR, cujas captações ocorrem em dois locais diferentes. Aproximadamente 30% desse abastecimento é feito pelo rio Tamanduá e os restantes pelo reservatório de Itaipu. No que concerne à captação em Itaipu, ou no seu reservatório, ou, ainda, no rio Paraná, dizer que faltará água é o mesmo que dizer que a bacia do Paraná secou. Oscilações no reservatório sempre ocorrerão, ou por falta de água no clima, ou por emergências de manutenção, quando o nível deve ser rebaixado. Ocorre que a SANEPAR nunca se preocupou com isto e, portanto, nunca buscou melhorar tecnologicamente a captação de água, aprofundando o início da coleta em cotas mais profundas. Embora o “vaidade das vaidades..” tenha um certo fundamento, não é correto, neste momento, atribuir a culpa pela possível falta de água na cidade à Itaipu. A questão é técnica e gerencial da SANEPAR. Fechando o comentário, o fundamento legal é aquele mesmo do texto do colunista.

  5. SFU

    Complementando meu comentário, concordo com o colunista e acrescento ser muito estranho o silêncio da Itaipu e a mudez da SANEPAR.

  6. Boca do Inferno

    Zé, quem esclarece é um empregado concursado da ITAIPU BINACIONAL, leitor assíduo do seu blog e admirador do seu trabalho.

  7. Asdrubal

    Se viocês querem ver como está o lago de Itaipu vejam a capa de hoje do jornal da cidade: Gazeta do Iguaçu. Imprressionante

  8. Boca do Inferno

    Caro Zé e caro Correspondente, já tinha lido a matéria, não no mesmo veículo, mas com o mesmo conteúdo. Tanto cá como lá, mantenho minha afirmação de que a produção da ITAIPU nada tem a ver com os atuais problemas no abastecimento de água da cidade.
    A faixa operacional normal do lago vai 219 a 220,3 metros e o limite legal de operação do lago é de 216 metros. Somente abaixo desse limite a ITAIPU deve reduzir a sua produção, ainda que haja demanda. Atualmente, a usina opera com 217 metros de lâmina d´água.

  9. antonio carlos

    Nesta briga de comadres não fiquei sabendo quem tem culpa, e quem não tem pela falta dágua do povo de Foz. O povo quer água, com ou sem recorde na produção de luz. Duvido que quem está sem água esteja muito preocupado com quebra de recorde ou não, ou se a estatal da água investiu ou não na captação da mesma. Saúde e vamos ver agora quem tem razão e quem não tem, se é que alguém tem. ACarlos

  10. SFU

    Com todo o respeito que o colunista merece, pela qualidade da escrita e pelo conteúdo das postagens, bem como a exposição pessoal, altamente relevante, manifestada de tempos em tempos, dar como referência essas mal traçadas e interesseiras linhas de algo que chamam de “jornal”, gazetadoiguaçu, não é merecedor de referência. Esse “pasquin” (coitado do Pasquim!) não pode referenciar o bom jornalismo. Mas, enfim, até o final do dia, já foram entrevistadas diversas “otoridades” e há garantia de reabastecimento imediato. Resta saber quem se responsabiliza pelas perdas (muitos do regime dominante diriam “percas”) comerciais, de um lado e, de outro, o do consumidor, como vai ser a medição real, aquela sem o impulso do ar dos canos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>