16:23Kielse pediu desculpas

Do enviado especial

O processo no Conselho de Ética que envolveu o deputado Cleiton Kielse foi arquivado porque ele se retratou das declarações. O procedimento tinha sido instaurado a pedido do deputado Valdir Rossoni (PSDB) depois que Kielse declarou a uma rádio de Curitiba que deputados foram “comprados pelo pedágio”. Diante dos integrantes do Conselho, o deputado Kielse reconheceu que errou ao acusar de maneira genérica todos os parlamentares e que usou a expressão em “um momento de extrema tensão e nervosismo em razão da situação – e que usou uma palavra muito pesada, uma palavra que não deveria ter sido citada naquele momento”. No relatório, se informa que “o depoimento foi claro no sentido de que em nenhum momento (Kielse) teve a intenção de macular a imagem de qualquer parlamentar integrante desta Casa“, ou seja, que houve o pedido de desculpas e, por isso, o caso foi encerrado.

11 ideias sobre “Kielse pediu desculpas

  1. Palhares

    Como ri um certo blogueiro: hihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihihhi……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………./

  2. Parreiras Rodrigues

    O dep. Kielse é um gentil-homem. De fino trato, sereno e atencioso.
    Tenho-o na conta de amigo e gosto quando ele me chama de O homem do coco.

  3. Danielle

    Acho que vem mais chumbo por aí. O pessoal do Mezadri tá espalhando um material pesado contra Rossoni. A atitude do Kielse foi de prudência para continuar atirando. Pode ter certeza.

  4. Zangado

    Esse tipo de prestidigitação impressiona eles próprios – eles chegam ao sétimo ceú quando isso acontece.
    Mostra que estão afiadíssimos para o proximo período.
    São os nossos insopitáveis “prelamentares”.
    Podemos reelege-los …

  5. Joana D'arc

    Desculpas? onde foi que o deputado pediu desculpas. Ele apenas trocou a palavra comprado pela patrocinado. Mas ele não voltou atras no que disse. Ridículos foram os deputados “comprados” que se satisfizeram com a palavra “patrocinados”. No fundo ele “TIROU” da cara desses trouxas. Dá-lhe Kielse…

  6. ivanowski

    . Nooosssaaa, fiquei ‘mocionado’ de ler que entre as excelências reina a paz e a harmonia. em especial próximo a festas de Natal e

    ano Novo …

  7. ivanowski

    … assim eles se entendem … e podem juntos, conjuntamente trabalharem p/ surrupiar nos próxinmos 10 anos + 200 mi, como aconteceu nos últimos 10 anos … É uma alegria e harmonia só … entre os depu da Casa da Mãe Joana …

  8. F.s

    Corporativismo. Na mesma corja, uns protegendo os outros. ‘Não teve a intenção de macular qualquer parlamentar desta casa’. Até parece que o negócio é sério! O escândalo dos diários secretos ainda não teve punidos, a não um ou dois gatos pingados. Mas será que só é corrupto quem monta o esquema? E quem se beneficia, também não é? A moral da maioria desses deputados não precisa ser maculada, pois na verdade, eles nem a tem.

  9. Kielse

    Eu nunca pedi desculpas a nenhum deputado sobre o que eu falei e não pedirei desculpas a ninguém, eu simplesmente troquei a palavra comprada pela patrocinado, por orientação jurídica a qual afirmou que as doações eram legais, de acordo com as regras do TRE, mas que continuarei batendo, agora com muito mais informações que conseguimos neste período sem recuar, absolutamente nada, para que nós venhamos a ganhar todas as decisões judiciais que eu entrei contra as concessionárias de pedágio do anel de integração, sendo na Polícia Federal, Procuradoria da República, Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual, para que as obras de duplicações que foram roubadas no aditivo do ano de 2000, 2002 e 2004 sejam devolvidas como na licitação original e que não haja a prorrogação do prazo deste modelo de pedágio pra justificar algum tipo de estratégia para continuarem roubando a população paranaense e matando as famílias nessas rodovias, que já deveriam estar duplicadas. Não mudo e não não mudarei os meus posicionamentos, mesmo que alguns queiram que isto aconteça. Se alguém tem preço eu não tenho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>