17:21Destruição anunciada

Do advogado Claudio Henrique de Castro, colaborador deste blog:

… Nas afetações por tombamentos, em que os proprietários em menos de um dia, quando suspeitam da possibilidade, na calada da noite, mandam guindastes destruir e pôr abaixo a obra para evitar o processo legal do tombamento, assim o jeitinho faz do tombamento legal, um tombamento real, arrasador do interesse público. ” (Na página 112 do livro “O jeitinho no direito administrativo brasileiro e seus efeitos no desenvolvimento”)

- A rua mais antiga da cidade, assim como o patrimônio histórico do Hospital Bom Retiro e o bosque que deveriam ser tombados estão aos ventos do mercado, esse novo e poderoso destruidor da história e da cultura. http://jornale.com.br/zebeto/2012/08/31/quanto-vale-o-patrimonio-historico-de-uma-cidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>